quinta-feira, 25 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

TRE-AM realiza processo de carga e lacre nas urnas eletrônicas

TRE-AM inicia transferência para os equipamentos dos dados das eleitoras e dos eleitores, de acordo com as seções eleitorais, bem como das candidatas e dos candidatos.
COMPARTILHE
Segundo o TRE-AM, , qualquer cidadã ou cidadão pode comparecer pessoalmente ao Tribunal para conferir o processo (Foto: Divulgação/TRE-AM)
Segundo o TRE-AM, , qualquer cidadã ou cidadão pode comparecer pessoalmente ao Tribunal para conferir o processo (Foto: Divulgação/TRE-AM)

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Jorge Lins, esteve na Seção de Voto Informatizado para iniciar, oficialmente, o processo de carga e lacre das urnas eletrônicas que serão utilizadas nas Eleições Gerais 2022.

O presidente da Comissão de Carga e Lacre, desembargador eleitoral Kon Tsih Wang, e a coordenadora Márcia França receberam o desembargador Jorge Lins para explicar e mostrar detalhadamente o trabalho das equipes.

A ação acontece logo após a geração de mídias. Trata-se da transferência para os equipamentos dos dados das eleitoras e dos eleitores, de acordo com as seções eleitorais, bem como das candidatas e dos candidatos que participarão da disputa.

Em seguida, são colocados os lacres nos compartimentos das máquinas, devidamente assinados pelos juízes eleitorais das respectivas zonas eleitorais, promotores e representantes de partidos políticos, coligações e federações convocados para supervisor o processo.

Pelas normas estabelecidas pela Justiça Eleitoral, a sociedade em geral pode acompanhar o processo. Para fazer isso, qualquer cidadã ou cidadão pode comparecer pessoalmente ao Tribunal.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

O desembargador Jorge Lins revelou estar bem satisfeito com a realização de mais essa etapa para a realização do pleito, até porque comprova o comprometimento da sua gestão para garantir a seriedade e a transparência na votação.

Também estiveram presentes à visita a diretora-geral Melissa Lavareda e a juíza auxiliar da Presidência, Lídia de Abreu Carvalho.

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

COMPARTILHE