terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Rotta detona obras da gestão Arthur: 'descaso e irresponsabilidade'

Marcos Rotta citou as obras do complexo viário Professora Isabel Victoria, no Manôa, inaugurado pelo ex-prefeito com irregularidades técnicas.
COMPARTILHE
obras,obras

O vice-prefeito de Manaus e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta (MDB), afirmou em entrevista concedida à rádio CBN Amazônia, na manhã desta quarta-feira (3), que as obras deixadas pela gestão anterior estão repletas de problemas de infraestrutura, irregularidades técnicas e falta de segurança.

“[O prefeito] David [Almeida] e eu assumimos a prefeitura com uma centena de obras inacabadas, pela metade, que não iniciaram, o que nos faz pensar no descaso e na irresponsabilidade daqueles que deixaram tudo aquilo à deriva, para que nós pudéssemos terminar”, afirmou Rotta.

Como exemplo, ele citou as obras do complexo viário Professora Isabel Victoria, localizado na avenida Max Teixeira, em frente à entrada do conjunto Manôa, bairro Cidade Nova, zona Norte da capital.

A obra, inaugurada pelo ex-prefeito Arthur Neto (PSDB) em 31 de dezembro de 2020, teve de ser interditado no dia seguinte, o primeiro da gestão David Almeida (Avante), por uma série de irregularidades técnicas e pela falta de segurança que o complexo oferecia para os usuários.

Obra do viaduto vira tobogã

De acordo com o titular da Seminf, a prefeitura está recebendo o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-AM) para que a melhor solução seja adotada pelas empresas responsáveis pela obra, para que seja entregue o mais breve possível.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Não precisa ser engenheiro, técnico, nem especialista na área para perceber que ali existe um desnível acentuado, inclusive o viaduto, em termos de chacota, foi apelidado de tobogã. Nós estamos fornecendo, nesse momento, a documentação que o Conselho está solicitando sobre questões de projetos, medições, ensaios, produtos que foram ali colocados, enfim, estamos levando ao Crea todas as informações para que possa, nesse momento, nos orientar a respeito por que caminho seguir”, explicou o vice-prefeito. 

Marcos Rotta enumerou que, assim como no viaduto, foram identificados problemas em obras como nas plataformas de ônibus, terminais, ciclovias, entre outras, algumas inclusive inauguradas e entregues sem estar completamente concluídas, como é o caso do Terminal de Integração 3, na Cidade Nova, zona Norte.

Vereador pede investigação de obras

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) anunciou ter ingressado com representação no Ministério Público do Estado (MPAM) e no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), nesta quarta-feira, pedindo investigação sobre as obras do complexo viário Professora Isabel Victoria.

Durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Manaus, Rodrigo Guedes afirmou que a obra do complexo, avaliada em torno de R$ 50 milhões, foi entregue apresentando inúmeros problemas, como desníveis no concreto.

“Além de aparência muito feia, a Prefeitura foi descobrindo outras impropriedades no viaduto. A população da cidade de Manaus precisa de uma resposta sobre o que de fato aconteceu com o dinheiro público nessa obra. Não é comum uma obra de R$ 50 milhões ser inaugurada desse jeito, cheia de falhas e suspeitas”, concluiu.

Leia mais:

COMPARTILHE