domingo, 14 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Receita Federal divulga nota sobre imposto de renda para criptomoeda

A nota da Receita Federal aborda situações envolvendo investidores que operam em corretoras brasileiras e internacionais, exigindo que eles observem diferentes regras.
COMPARTILHE
criptomoeda imposto de renda receita federal

A Receita Federal do Brasil divulgou nota a respeito do imposto de renda para criptomoedas no país, fornecendo mais detalhes sobre a prática para investidores afim de capacitar os cidadãos a pagarem seus impostos em meio ao Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

A nota aborda situações envolvendo investidores que operam em corretoras brasileiras e internacionais, exigindo que eles observem diferentes regras.

As obrigações são necessárias apenas quando os valores excedem 30 mil reais em um único mês e se aplicam às seguintes atividades: compra e venda; permuta; doação; transferência de criptoativo ou retirada da exchange; cessão temporária (aluguel); dação em pagamento (quitação de débito); emissão e outras operações que impliquem transferência de criptoativos.

A Receita Federal orienta que, ao declarar valores em Real, os brasileiros devem primeiro convertê-los para dólar e, em seguida, convertê-los para a moeda nacional.

Os registros das operações podem ser realizados no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) da Receita Federal, até o último dia do mês seguinte às operações.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

A Receita Federal ressalta ainda que criptomoedas não são consideradas moedas de curso legal e que a alienação de criptomoedas que excedam o valor de 35 mil reais em um único mês deverá ser tributada como ganho de capital.

Acesse AQUI a nota publicada pela Receita Federal.

Assista abaixo, o vídeo de orientação sobre o assunto publicado pela Receita Federal no seu canal no Youtube:

Da Redação

Leia Mais:

COMPARTILHE