terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Polo Industrial de Manaus teve crescimento de 6,84% ano passado, diz Suframa

O polo de duas rodas registrou o maior faturamento entre os seguimentos, crescendo 36,72% e fechando em um montante de R$ 5 bilhões no ano passado.
COMPARTILHE
`PIM ZFM Senado vota PEC 110 da Reforma Tributária na CCJ zona franca

O Polo Industrial de Manaus (PIM) fechou o ano de 2022 com um faturamento de R$ 174 bilhões, apontando um crescimento de 6,84% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o levantamento da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Em dólar, o faturamento anual chegou ao valor de 33 bilhões, crescendo 12,53%.

O polo de duas rodas foi o que mais cresceu, registrando um aumento de 36,72% em faturamento, fechando em R$ 5 bilhões, seguido do ramo de bebidas que faturou R$ 226 milhões.

O polo mecânico registrou uma queda significativa de faturamento chegando a redução de 23,90% de arrecadação.

Mão de obra

No que diz respeito à mão de obra, o PIM teve uma média mensal de 109 mil contratações de trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

O setor que mais empregou nas linhas de produção em 2022 foi o de eletroeletrônico com a admissão de 42 mil pessoas, seguido do setor de duas rodas com 18 mil contratações e termoplásticos com 12 mil.

Em real, as importações de insumos registraram uma queda de 0,86%, mas em dólar, o crescimento foi de 4,18%.

Já a exportação de produtos do PIM cresceu 22,58% no ano passado.

Segmentos

O segmento de eletroeletrônicos continua sendo o principal setor do PIM, com um faturamento anual de R$ 83 bilhões, com participação em quase 50% no faturamento global e também na mão de obra empregada.

Outro segmento que se destaca é o polo de duas rodas e o de bebidas, superando os números de 2021, mesmo após o decreto do Governo Federal que reduziu a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), atingindo o setor de bebidas não alcoólicas, como refrigerantes.

Da Redação

Leia Mais:

COMPARTILHE