fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

Wizard falta à CPI, Aziz pede condução coercitiva e suspende sessão

Mesmo sob a proteção de um habeas corpus, Carlos Wizard não compareceu à CPI da Covid. Omar Aziz solicitou a condução coercitiva do empresário ao Senado.

17 de junho de 2021

Compartilhe

Wizard obteve uma liminar no STF assegurando que poderia deixar de responder perguntas dos senadores (Foto: Agência Senado)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD) determinou a condução coercitiva do empresário Carlos Wizard após o depoente faltar à sessão desta quinta-feira (17), mesmo com a seguridade de um habeas corpus concedido de maneira liminar pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Alberto Barroso.

A oitiva do auditor do Tribunal de Contas da União (TCU), Alexandre Marques, que também ocorreria hoje, será remarcada porque os senadores vão participar da discussão sobre a Medida Provisória que trata sobre a privatização da Eletrobrás.

A ausência não justificada de Wizard irritou Aziz que pediu também a retenção do passaporte do empresário pela Polícia Federal até que ele compareça ao Senado para prestar esclarecimentos.

A liminar do ministro Barroso permitia à Carlos Wizard as mesmas condições dadas ao ex-ministro Eduardo Pazuello: o direito de não responder perguntas que poderiam incriminá-lo e de não sair preso caso houvessem contradições em seu depoimento. A nova data para a oitiva deveria também ser conversada com antecedência com o empresário.

“É uma brincadeira dele né? Uma data combinada para ele vir. É uma autoridade?”, indagou Aziz. “O que me espanta é um cidadão procurar o Supremo Tribunal Federal para conseguir o habeas corpus para ficar em silêncio nas perguntas que fossem feitas a ele e não aparece. Para que foi ao Supremo se não vinha?”, questionou o senador amazonense.

Carlos Wizad já havia buscado uma maneira de ser interrogada por videoconferência, alegando que por estar no Estados Unidos seria oneroso vir ao Brasil apenas para ser ouvido pelos senadores, mas o pedido foi nego pelo presidente da CPI, uma vez que há um acordo entre os membros da comissão em não aceitar esse tipo de depoimento.

Da Redação.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Senado aprova mudanças na regra eleitoral e na posse presidencial; entenda!

Volta das coligações, defendida pelos deputados, foi barrada no Senado Federal durante votação nesta quarta-feira (22); parte das mudanças vale a partir de 2022.

22 de setembro de 2021

Omar Aziz critica Câmara por abrir processo contra Luís Miranda

Deputado que, ao lado do irmão Luís Ricardo, revelou o caso Covaxin terá de responder a processo de cassação na Comissão de Ética da Câmara Federal.

22 de setembro de 2021

Ministério usou dados da Prevent sem autorização, diz executivo

Em ao menos dois casos, Pedro Benedito Batista Júnior negou que dados usados pelo Ministério da Saúde tenham sido autorizados pela empresa Prevent Senior.

22 de setembro de 2021

Depois de se esquivar sobre o ‘puxadinho’ da CMM, Carpê cobra holofotes

Depois de ter visto a repercussão negativa sobre o 'puxadinho', o vereador resolveu se posicionar e passou a criticar a postura dos demais colegas que aprovam a obra.

22 de setembro de 2021

Amazonas Energia cobra duas bandeiras tarifárias em conta, diz Sinésio

Presidente da Aleam e deputados pregam acatar decisão da Justiça de suspender a CPI e depois criar uma nova ; mas Sinésio Campos é contrário à saída.

22 de setembro de 2021

Executivo da Prevent Senior passa a ser investigado pela CPI da Covid

Os senadores apresentaram provas, encaminhadas à comissão com denúncias de médicos e pacientes, comprovando a prescrição do chamado tratamento precoce na Prevent.

22 de setembro de 2021

Prevent falsificava dados sobre mortes de pacientes por Covid-19

O senador Humberto Costa (PT/PE), que e médico, foi quem revelou documentos mostrando que a Prevent adotava este procedimento para mascarar os dados de mortes por Covid.

22 de setembro de 2021

Bolsonaro cancela agenda após Anvisa recomendar quarentena

Agência determinou que o presidente e os integrantes da comitiva que tiveram contato com o ministro Marcelo Queiroga, que está com Covid, fiquem em isolamento.

22 de setembro de 2021