fbpx

sábado, 16 de outubro de 2021

Wilson lança plano que amplia oferta de consultas e exames na rede estadual

Ampliação inicia pelo Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, com oferta de quase 98,5 mil exames e consultas por mês, nos projetos Consulta+ e Examina+, anunciados hoje.

24 de setembro de 2021

Compartilhe

Anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima na manhã desta sexta-feira (Foto: Divulgação)

O governador Wilson Lima apresentou, nesta sexta-feira (24), o plano para acelerar consultas e exames na rede estadual de saúde. Os projetos Consulta+ e Examina+ fazem parte do Programa Saúde Amazonas, que iniciam com a oferta, por mês, de 86.471 exames e serviços terapêuticos, além de 11.990 consultas no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Rinald Abdel Aziz, na zona norte de Manaus.

“As pessoas ou a maioria dos pacientes da rede pública ficaram com cirurgias, consultas, exames represados desde o início do pico da pandemia. As nossas unidades hospitalares começaram a fazer um atendimento daquilo que era mais urgente. A meta que eu estabeleci aqui para a Secretaria de Saúde é que a partir do dia 1º de janeiro de 2022 um paciente não espere mais de trinta dias para fazer um exame ou uma consulta. Isso daqui é algo que eu vou cobrar todos os dias”, disse Wilson Lima.

O governador explicou que, seguindo protocolos e recomendações do Ministério da Saúde (MS), procedimentos não urgentes tiveram que ser suspensos. Agora, com o Examina+ e o Consulta+ vão ampliar o acesso a oferta de atendimentos na rede estadual, iniciando pelo Delphina Aziz que muda o perfil para além da Covid-19. O HPS passará a ofertar na rede estadual de saúde um total de quase 98,5 mil procedimentos ambulatoriais por mês, utilizando toda a sua capacidade instalada. Os agendamentos serão via Central Unificada de Regulação e Agendamento de Consultas e Exames (Cura).

O plano do Governo do Amazonas, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), já iniciou com a abertura dos Serviços de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT) do Delphina Aziz para a rede. O projeto Examina+ vai ofertar, apenas no HPS, 86.471 exames por mês, incluindo 3.320 sessões de fisioterapia. São 54.471 exames a mais que a unidade passa a oferecer a partir de agora. No período em que o hospital fazia atendimento exclusivo para Covid-19, sendo referência no Amazonas, eram realizados cerca de 32 mil exames por mês.

Já o projeto Consulta+ vai ofertar, a partir do início de outubro, também no Delphina Aziz, 11.990 consultas/mês, ajudando a desafogar a rede ambulatorial do Estado. Além de 8.370 consultas/mês em 15 especialidades médicas, serão ofertadas 3.620 consultas de ambulatório cirúrgico.

São consultas especializadas nas áreas de cardiologia, dermatologia, endocrinologia adulto e infantil, reumatologia, gastroenterologia, nefrologia, neurologia adulto e infantil, otorrinolaringologia, pneumologia adulto e pediátrico, urologia e nutrição.

Expansão continua

De acordo com a SES-AM, a expansão da oferta de procedimentos será gradual, iniciando agora com a abertura do Hospital Delphina Aziz para a rede e continuará se expandindo, com a contratação em curso de novos serviços.

Segundo o secretário da SES-AM, Anoar Samad, em uma segunda fase, o Examina+ e Consulta+ ofertarão 158 mil procedimentos em toda a rede de saúde estadual. “A gente quer avançar até março, abril do ano que vem, entre consultas e exames. Creio que aí a gente vai avaliar essa questão do tempo de espera. A demanda, você sabe, não para nunca. É uma curva que está sempre em ascendência. A gente vai trabalhar controlando esses dados, mas esse é um pontapé inicial fantástico que já vai ajudar a reduzir esse tempo de espera”, disse o secretário.

O Governo do Amazonas ainda prepara o lançamento, nos próximos dias, de um projeto para ampliar a oferta de cirurgias eletivas no Estado, o Opera+, que também deverá utilizar a capacidade instalada do Delphina Aziz, com 11 salas cirúrgicas funcionando para realizar 1.265 cirurgias eletivas por mês, somente naquela unidade hospitalar.

A pandemia de Covid-19 levou o sistema de saúde no Brasil inteiro a suspender procedimentos ambulatoriais, como as consultas e exames, e cirurgias eletivas – não urgentes -, seguindo protocolos e recomendações do Ministério da Saúde (MS). O Programa Saúde Amazonas busca reduzir o tempo de espera de quem aguarda por esses procedimentos.

Representando a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Dr. Gomes acompanhou o lançamento dos planos.

Estrutura completa

Em 2019, quando Wilson Lima assumiu o governo, o HPS Delphina Aziz estava subutilizado, tendo somente 30% da capacidade ativada. Em janeiro daquele ano, apenas dois dos seis andares funcionavam com um pronto-socorro, serviço de apoio diagnóstico e 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Entre 2020 e 2021, o Delphina Aziz tornou-se o hospital de referência para a Covid-19 no Estado. Nesse período, o Governo do Amazonas colocou para funcionar, pela primeira vez desde que foi inaugurado em 2014, todos os seis andares da unidade para atender a alta demanda por internação ocasionada pela pandemia de Covid-19.

No ápice da pandemia, o hospital chegou a ocupar o terceiro lugar no Brasil em oferta de leitos de UTI exclusivos para casos de Covid-19, ficando à frente de unidades como Hospital das Clínicas de São Paulo, Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro, e Hospital Júlia Kubitschek, em Minas Gerais.

No total, o hospital chegou a ter 414 leitos em operação para Covid-19, entre clínicos e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no último pico da pandemia. Atualmente, os seis andares da unidade estão ativos com 372 leitos, sendo 132 de UTI e 240 clínicos. Agora, toda essa estrutura será colocada para atender a população do Amazonas com procedimentos de saúde diversos.

O Hospital Delphina Aziz tem 32 mil metros quadrados de área construída, com 11 salas cirúrgicas, 30 consultórios ambulatoriais, Centro de Controle Operacional (CCO), Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI); Centro de Reabilitação e Fisioterapia; Parque Tecnológico com mais de 1,6 mil equipamentos de Alta, Média e Baixa Complexidade, entre eles os de tomografia, ressonância magnética, radiologia, ecocardiograma, equipamentos de ultrassonografia, mamografia, entre outros.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Luta antiga e futuro incerto: corte no orçamento afeta diretamente a Amazônia

Pesquisadores acreditam que o corte de verbas para C&T acabará sendo direcionado para o agronegócio, que, segundo eles, vem sendo a causa do desmatamento na Amazônia.

15 de outubro de 2021

Jornalistas Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino serão citados na CPI

Os dois produziam discurso antivacina em veículos de comunicação e defenderam as teses negacionistas de Jair Bolsonaro durante a crise sanitária.

15 de outubro de 2021

Dia dos Professores: deputados pouco ajudaram educação do Amazonas

Em pleno Dia dos Professores, categoria questiona a falta de diálogo com o poder público e falta de auxílio da Comissão de Educação da Aleam nas demandas dos educadores.

15 de outubro de 2021

Governo destaca ações de 2021 pela valorização dos servidores da Educação

Entre as medidas está o envio de um projeto de lei que visa pagar 14º e 15º salários aos servidores da área. A pauta ainda não tem data para ser votada na Aleam.

15 de outubro de 2021

CPI da Covid: senadores ouvem último depoente na segunda-feira

A CPI ouviria um número maior de convocados, mas nem todos seriam necessariamente ouvidos já que o presidente da CPI, Omar Aziz, decidiu realizar apenas mais uma oitiva.

15 de outubro de 2021

ICMS sobre combustíveis: Rodrigo Pacheco quer ouvir governadores

A Câmara já aprovou o projeto de lei que torna o ICMS invariável frente a variações do preço do combustível. O projeto ainda precisa ser votado pelos senadores.

15 de outubro de 2021

Ministério Público pede anulação de licença do ‘Linhão de Tucuruí’

Ministério Público viu irregularidades no processo de licenciamento ambiental para liberação da obra do 'Linhão' por falta de consulta prévia ao povo Waimiri Atroari.

15 de outubro de 2021

Pesquisadores veem retrocesso de 20 anos após corte de R$ 600 milhões

O RealTime1 ouviu pesquisadores que, ao longo dos anos de carreira dedicados à ciência e tecnologia, estão empenhados em projetos realizados no Amazonas.

15 de outubro de 2021