fbpx

sexta, 23 de julho de 2021

Vaidade faz oposição balançar na Aleam e deputados trocam acusações

No embate do dia, a base da oposição trocou acusações de apadrinhamento político como justificativa para ações referentes instauração da CPI da Pandemia.

6 de julho de 2021

Compartilhe

A bancada assumidamente de oposição é composta por Wilker, Dermilson e Péricles, os protagonistas da discussão pela CPI (Foto: Alberto César Araújo/Aleam)

Sempre unidos contra o governo de Wilson Lima (PSC), os deputados Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos, e o Delegado Péricles (PSL) protagonizaram um embate na sessão desta terça-feira (6), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), após divergências sobre o texto de autoria do trio que planejava dar início à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

A confusão começou quando Péricles submeteu a proposta de uma CPI concorrente à indicada inicialmente por ele, Dermilson e Wilker. A nova proposta focaria na apuração apenas do colapso de oxigênio que ocorreu em janeiro nos hospitais do Amazonas. Na primeira proposta, apresentada pela bancada do Podemos, eram apresentados sete pontos para investigação, inclusive questões relacionadas a pagamento de contratos do Sistema Penitenciário, o que na visão de Péricles, presidente de Comissão de Constituição e Justiça, poderia render problemas futuros.

“Eu acho interessante que o co-autor enxergou isso só agora, quatro meses depois de ter assinado a CPI”, ironizou Wilker Barreto, criticando ainda o posicionamento contrário dos colegas da Casa para a instauração da CPI da Pandemia, subscrita pelos três oposicionistas.

Sobre a nova investigação proposta por Péricles, a ‘CPI da Asfixia’, Wilker chegou a classificá-la como “farsa”, destacando que não assinaria a abertura de tal inquérito.

“Eu não participarei dessa farsa que estão querendo formar na Assembleia. Hoje, não terá a minha assinatura!”, declarou Wilker. “Uma CPI que entra agora, às 10h da manhã, para investigar apenas um dos itens do colapso que passou o Amazonas, que foi a crise do oxigênio?”, questionou o deputado em tom conspiratório.

Complementando a teoria levantada pelo colega de sigla, Dermilson Chagas supôs que a indicação do novo foco da CPI por Péricles tivesse relação com a exoneração do titular da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Samir Freire.

“Se o Samir foi exonerado eu sei o porquê de terem apresentado essa CPI”, insinuou o parlamentar, acusando Péricles de também tentar se autopromover com o novo texto.

“Deputado Péricles, o senhor que se comporta como base do governo, peça para a base assinar a CPI. Estamos vendo uma manobra para não sair a CPI, por vaidade, por ego. Uma pessoa que não consegue defender nem o seu presidente da República, que toda hora é achincalhado aqui”, completou Chagas.

Em meio a um bate-boca, Péricles pediu calma a Dermilson, que o acusou de estar agindo em favor do governo.

“Dermilson, se acalme. Você está muito nervoso. Você tem que dar (explicações) ao [senador] Eduardo Braga. Eu não tenho governador Wilson [Lima], não tenho Eduardo Braga, nem [senador] Omar [Aziz], nem ninguém. Essa é a nossa diferença. O senhor tem grupo político, eu sou realmente independente”, rebateu Péricles.

Ao fim da sessão, Wilker Barreto enviou à Casa um requerimento para que seja ampliada o objeto de investigação da CPI proposta por Péricles. Pedido esse que também foi assinado por Dermilson

Texto: Giovanna Marinho

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Auxílios e soluções tributárias foram destaque na Aleam durante a pandemia

Apesar da baixa quantidade de projetos propostos diretamente pelos parlamentares sobre ajuda financeira, a maioria recebeu celeridade na aprovação na Assembleia Legislativa.

23 de julho de 2021

Wilson Lima quer ‘transformar Amazonas’ com 13 projetos do Educa+

Abrangendo 13 projetos, o Educa+ busca transformar a educação em todos os 62 municípios com o intuito de formar estudantes com pensamentos mais críticos.

23 de julho de 2021

E-mails da Saúde atestam que Manaus serviu como ‘cobaia’ na pandemia

Documentos encaminhados a CPI da Covid mostram que Ministério mandou 11 médicos para Manaus no auge da segunda onda com a missão de disseminar uso do tratamento precoce.

23 de julho de 2021

Joice Hasselman é agredida e recebe solidariedade da bancada feminina

Deputada federal por São Paulo revelou que sofreu um possível 'atentado' enquanto assistia séries de televisão na sala do apartamento funcional onde mora em Brasília.

23 de julho de 2021

Criação de leis relacionadas à pandemia não foi prioridade na Aleam

Mesmo com 12% dos projetos de lei apresentados pelos deputados estaduais tratando de temas relacionados à pandemia, apenas seis deles foram transformados em Lei.

22 de julho de 2021

Flávio Bolsonaro é vacinado no Rio e agradece ao pai ‘negacionista’

Após publicar, em janeiro, post em rede social dizendo que não se vacinaria, filho do presidente foi, nesta quinta-feira, a um posto de saúde e recebeu a dose da AstraZeneca.

22 de julho de 2021

Parceria entre Governo e Infraero vai modernizar aeródromos do AM

Há 13 aeródromos em oito calhas do Amazonas. Haverá a execução de projetos, captação de recursos e fiscalização de obras aeroportuárias no Estado.

22 de julho de 2021

Tenente do Exército fala em ‘meter fogo’ em índios isolados no AM

"Vocês têm de cuidar dos índios isolados, porque senão eu vou, junto com os marubos, meter fogo nos isolados”, disse Henry, durante reunião na aldeia Paulinho.

22 de julho de 2021