fbpx

sexta, 30 de julho de 2021

Vacina: Amazonas sai da aceleração e entra no esquema ‘conta-gotas’

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

10 de março de 2021

Compartilhe

Em menos de um mês, o Amazonas saiu da posição de Estado prioritário no programa de imunização do Governo Federal e entrou para o rol das unidades federativas que esperam a chegada das doses no esquema “conta-gotas” do Ministério da Saúde (MS). Com o avanço da segunda onda da pandemia em todo o território nacional, o Governo Federal anunciou que desistiu de enviar vacinas extras para os locais mais afetados. O Amazonas está em primeiro lugar no ranking nacional de vacinação justamente porque vinha recebendo as doses extras. Agora, passa a receber a quantidade proporcional que lhe cabe na divisão entre os Estados.

___

EM UM MÊS

Desde janeiro, o Ministério da Saúde vinha reservando 5% do total das doses de imunizantes recebidas para reforçar a vacinação em locais mais afetados, como o Amazonas. Em menos de um mês, passamos da promessa de vacinação acelerada de todos acima de 50 anos para o anúncio de que, a partir de agora, está suspensa a disponibilização do fundo estratégico de 5% e as doses serão distribuídas de forma proporcional e igualitária. A coluna havia previsto, há semanas, a perda desse privilégio com o agravamento da pandemia em todo o País.

___

‘CADÊ O ZÉ GOTINHA?’

Em coletiva na manhã desta quarta-feira (10), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez duras críticas ao programa de imunização do MS, lembrando que o governo vacinou 80 milhões de brasileiros em três meses quando ele era presidente da República. “O SUS tem capacidade para vacinar esse País! Cadê o Zé gotinha? O Bolsonaro mandou embora! Pensou que o personagem era petista. Não sigam nenhuma instrução imbecil do presidente da república ou do ministro da Saúde. Tomem vacina”, disse o ex-presidente.

___

GÁS DIVIDE OPOSIÇÃO

A votação da “Lei do Gás”, realizada nesta quarta-feira na Aleam, provocou debates acalorados, dividindo até mesmo deputados que costumam se reunir na oposição sistemática ao Governo do Estado. Enquanto Josué Neto (Patriota) fez um empolgado discurso classificando a votação como um marco histórico para o Amazonas, Dermilson Chagas (Podemos) pediu a retirada da votação da lei da pauta. Dermilson alegou que a matéria foi incluída na pauta às 10h, de forma inesperada.

___

DUPLA DINÂMICA RACHADA

Dermilson Chagas e Wilker Barreto (Podemos) formaram a tradicional “dupla dinâmica” que se opõe a qualquer matéria advinda do executivo estadual. Eram os únicos a defender a retirada da matéria da pauta. Os debates se transformaram rapidamente em bate-bocas acalorados. Wilker alegava violação de artigos do regimento interno da Casa. No final, o projeto foi aprovado com uma única abstenção de Wilker Barreto. Dermilson mudou de ideia e votou a favor do projeto.

___

‘ASNEIRAS’

O bate-boca mais acalorado se deu quando Wilker afirmou na tribuna que ouviu “asneiras” de outros deputados. Josué Neto se exaltou e, aos gritos, pediu que Wilker retirasse a palavra asneira, alegando que se tratava de desrespeito aos demais deputados. Após alguns minutos de gritaria, Wilker aceitou retirar o termo e trocar por “tolices”.

___

BELÃO IRÔNICO

Em uma demonstração de fina ironia, o deputado Belarmino Lins (Progressistas) fingiu que fez confusão ao mencionar Dermilson Chagas. “Belão” elogiou o colega se referindo a ele como “esse grande parlamentar Dermilson Mendes”, numa clara alusão ao fato de que Dermilson defende os interesses do ex-governador Amazonino Mendes (Podemos). Ouviu-se gargalhadas no plenário da Aleam.

___

A VERDADE

Com poucos conhecimentos técnicos sobre o assunto, o que está por trás da discussão histérica e estéril desta quarta-feira (10) na Aleam é quem poderá ser beneficiado, de fato, com as empresas que ganharão o direito de explorar o gás no Estado. A disputa envolve pelo menos dois grandes grupos empresarias, ambos com histórico de lobbies e de financiamento de candidaturas e projetos eleitorais. A Manausgás, do empresário baiano Carlos Seabra Suarez e a Eneva, que tem no comando Pedro Zinner.

___

TRANSPARÊNCIA

Em Audiência Pública promovida pela Comissão de Saúde e Previdência (CSP) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na próxima sexta-feira (12), a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) vai apresentar o 3º Relatório Quadrimestral detalhado da Saúde no Amazonas (RQDA). Na ocasião, será apresentada a execução financeira do Estado no âmbito da saúde, referente aos meses de setembro a dezembro de 2020 e o panorama geral do ano. A prestação de contas será transmitida nas redes sociais e no Youtube da Aleam.

___

CALAMIDADE

Após uma viagem à calha do Purus, onde visitou Pauini e Lábrea, municípios atingidos pela cheia do rio, o deputado estadual Adjuto Afonso (PDT) quer que sejam votados em regime de urgência duas Matérias enviadas pelo Executivo. A primeira, trata da concessão de anistia, remissão e renegociação de dívidas de operações de crédito realizadas pela Agência de Fomento do Estado (Afeam). A outra dispõe sobre a concessão de crédito e dispensa de licenciamento ambiental para as atividades agropecuárias e de aquicultura, exercidas por agricultores familiares, enquanto vigorar estado de calamidade pública nos municípios.

Leia mais sobre Política

Bolsonaro ressuscita boatos de fraude nas Eleições e não prova nada

Presidente há um ano diz ter provas de que houve fraude nas Eleições em 2018. Nesta quinta-feira (29), mais uma vez não cumpriu com a palavra ao não revelar provas.

29 de julho de 2021

Punições pelo uso indevido de dados pessoais começam a valer domingo

Quem infringir a lei fica sujeito a advertência, multa simples, multa diária, suspensão parcial ou total de funcionamento, além de outras sanções.

29 de julho de 2021

CPI centrará fogo nas plataformas de redes sociais que divulgaram mentiras

O senador Omar Aziz considera um absurdo a quantidade de mentiras e desinformação que circula nas plataformas de redes sociais a partir de robôs de internet.

29 de julho de 2021

Senador do AM chama procurador do MPF de ‘militante ambiental’

O procurador proibiu que o Ibama realize audiências virtuais para expor o estudo de impacto ambiental para licenciamento da BR-319. Órgão tem 10 dias para acatar a decisão.

29 de julho de 2021

Pazuello depõe em inquérito da PF que apura prevaricação de Bolsonaro

O ex-ministro da Saúde começou a depor às 10h e até o momento segue na superintendência da Polícia Federal em Brasília. Pazuello hoje trabalha na cozinha do Planalto.

29 de julho de 2021

Procurador pede que Coari suspenda festividades pelos 89 anos da cidade

A comemoração dos 89 anos da fundação de Coari, recheada de eventos, deve ser suspensa a pedido Ministério Público do Amazonas devido ao risco sanitário.

29 de julho de 2021

STF desmente Bolsonaro sobre ‘proibir’ a União de atuar no combate à Covid

Desde o início da pandemia a ADI do STF é usada pelo presidente Jair Bolsonaro para mentir sobre a falta de ação do Governo Federal no combate à Covid-19.

29 de julho de 2021

Omar garante que CPI já tem provas que atestam crimes na pandemia

Presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz afirmou que documentos e depoimentos já tomados provam a existência de crimes cometidos por agentes públicos e particulares.

29 de julho de 2021