fbpx

sexta, 07 de maio de 2021

Seis deputados apresentaram menos de 10 matérias na ALEAM em 2021

Dos deputados com menos proposições na Assembleia Legislativa, segundo dados do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo), dois tiveram pouco tempo de mandato

6 de abril de 2021

Compartilhe

Ricardo Nicolau, Dr. Gomes, Adjunto Afonso e Serafim Correa foram os que mesmos propuseram até agora (Foto: reprodução)

Seis deputados estaduais da 19ª legislatura da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) apresentaram menos de 10 proposições em 2021. Os números foram levantados pelo portal RealTime1 com as informações disponíveis no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL).

O pior desempenho até agora foi do deputado Dr. Gomes (PSC) com apenas um projeto de lei e quatro requerimentos, dois deles pedindo moção de pesar à figuras religiosas do Estado. Apesar de ser sempre uma figura de destaque durante seus discursos nas sessões no plenário da ALEAM, o deputado Serafim Coreia (PSB) vem logo atrás de Dr. Gomes no ranking dos menos ativos.

Serafim indicou apenas seis textos para a casa, sendo cinco requerimentos. Boa parte deles são relacionados às questões orçamentárias. O único projeto de lei, concidentemente legisla sobre a assistência farmacêutica, uma bandeira que também é defendida na Câmara Municipal pelo filho dele, o vereador Marcelo Serafim, que é farmacêutico.

Seguindo Serafim, estão os deputados Ricardo Nicolau (PSD) e Augusto Ferraz (DEM) cada um com sete publicações.

Os únicos que podem atribuir a falta de propostas ao pouco tempo de mandato são Ângelus Filgueira (PSC) e Tony Medeiros (DEM) que assumiram os cargos há duas semanas. Mesmo assim Ângelus já apresentou nessa semana o seu primeiro requerimento pedindo pavimentação em comunidades da zona rural de Manacapuru.

Do outro lado da tabela, a deputada Joana Darc (PL) é líder isolada no quesito atividade parlamentar com a apresentação de 219 matérias, sendo 35 projetos de lei e 181 requerimentos. Dentre os temas prediletos de Joana está a causa animal, – tema que tem um reduto eleitoral cativo – indicativos do governo do estado, por ser líder de Wilson Lima (PSC) na ALEAM, além de propostas voltadas ao combate à pandemia e mais recentemente as pessoas com deficiência.

As sessões híbridas da Aleam retornaram no dia 27 de janeiro, dias antes do encerramento do recesso parlamentar. Desde do início do ano 1.264 textos foram enviados para apreciação dos deputados.

Texto: Giovanna Marinho

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021