fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

Saiba quem é Simone Tebet, aposta para terceira via nas eleições presidenciais

Senadora escolhida pelo MDB para ser a candidata da terceira via na corrida à Presidência da República, Simone Tebet têm experiência no parlamento e no executivo.

26 de maio de 2022

Compartilhe

Simone Tebet teve atuação de destaque na CPI da Covid do Senado para apurar a compra de vacinas pelo Governo (Foto: Reprodução)

Escolhida pelo MDB e pelo Cidadania para ser a pré-candidata à Presidência da República, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) é apontada como o nome da “terceira via” para o Planalto, em oposição às campanhas de Luíz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Messias Bolsonaro (PL).

A senadora iniciou a vida política no Mato Grosso do Sul onde se destacou como parlamentar e como prefeita. Ela foi eleita para o primeiro mandato eletivo em 2002, com 25.250 mil votos como deputada da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul (ALMS).

Depois de dois anos atuando ativamente na Assembleia, concorreu à prefeitura de sua cidade natal, Três Lagoas (MS). Em 2004, Simone Tebet foi a primeira mulher eleita para o executivo municipal, obtendo 66,72% dos 43.832 votos. Em 2008, foi reeleita para a prefeitura de Três Lagoas, com uma das maiores aceitações do Estado, atingindo 76% dos votos válidos.

Em 2011 também foi a primeira mulher a assumir o cargo de vice-governadora de Mato Grosso do Sul, na gestão do então governador André Puccinelli.

Como vice-governadora teve um papel atuante, esteve oito vezes interinamente à frente do governo. Também foi Secretária de Governo entre abril de 2013 e janeiro de 2014.

Em 2014 Simone foi eleita ao Senado Federal com 640.336 mil votos, o que corresponde a 52,61% do eleitorado de Mato Grosso do Sul. Desde então, atua como Senadora da República, pelo MDB.

Marco na CPI da Covid-19

No ano passado, durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 do Senado, criada para apurar a omissão do Governo Federal no combate à pandemia, Simone Tebet se destacou em conseguir arrancar uma informação que comprometia o Palácio do Planalto em esquema de compras de vacinas contra o coronavírus.

O deputado Luiz Miranda (DEM-DF) denunciava um esquema de corrupção dentro do Governo para a compra da vacina Covaxin. Ele dizia na sessão que havia conversado pessoalmente com o presidente Bolsonaro, que teria respondido que o problema era coisa de uma terceira pessoa.

Durante a sessão, vários senadores tentaram arrancar quem seria a pessoa de conhecimento do presidente, mas Miranda dizia não se lembrar.

Foi então que Simone Tebet apelou para o histórico do deputado. Em tom emotivo, a senadora afirmou que a opinião pública apoiaria o deputado e que ele não precisava temer o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Emocionado, Miranda acabou revelando que Bolsonaro falava do deputado Ricardo Barros (PP-PR), na época líder do Governo no Congresso.

Texto: Emerson Medina

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão realiza oitivas sobre falta de segurança em terra indígena

Comissão vai pedir providências sobre os assassinatos de Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, além de apurar a omissão do poder público na segurança dos indígenas.

30 de junho de 2022

Wilson entrega mais de R$ 10 milhões em materiais para Operação Enchente 2022

A entrega de 19 lanchas rápidas e 300 purificadores, que juntos somam o investimento de R$ 10,8 milhões dão continuidade nas ações de enfrentamento da enchente 2022.

30 de junho de 2022

‘Wilson Lima tem habilidade e é um dos favoritos da eleição’ , diz Hissa

Pré-candidato pelo Avante, Hissa Abraão afirmar que vai lutar pela Reforma Tributária e pela revisão dos impostos para que a classe média pague menos que os mais ricos.

30 de junho de 2022

‘Mesmo sob ditadura camuflada, golpe não virá’, avalia um dos criadores do PT

Foragido político por 15 anos, Carlos Augusto, para muitos Raimundo Cardoso viveu escondido em Manaus; integrou o PCdoB na década de 70 e está no PT há 43 anos.

30 de junho de 2022

Governo suspende publicações em redes sociais até o fim da eleição

Medida atende vedação prevista na legislação eleitoral que visa dar igualdade de disputa na corrida eleitoral minimizando o peso da máquina pública na eleição.

30 de junho de 2022

Federação PT, PV e PCdoB confirma pré-candidatos em 1º de agosto

O presidente estadual do PCdoB no Amazonas já definiu os nomes que vão ocupar as oito vagas da sigla na federação, sendo seis para Aleam e dois para a Câmara Federal.

30 de junho de 2022

Valdemir Santana ‘sonha’ com Lula no palanque de Ricardo Nicolau

Como motivos, o presidente municipal do PT destacou o apoio do Solidariedade, de Nicolau, em defesa da ZFM e a atuação da família do deputado no combate à Covid-19.

30 de junho de 2022

Maioria dos pré-candidatos ignora Dia do Orgulho LGBTQIA+ na Internet

Quase todos são pré-candidatos de partidos da esquerda, que devem disputar as eleições deste ano no Amazonas, lembraram da data e fizeram menções nas redes sociais.

30 de junho de 2022