fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

Rodrigo Pacheco aposta em paralisação da CPI após votar LDO

Presidente do Congresso e aliado de Jair Bolsonaro, Rodrigo Pacheco afirma que recesso está previsto na Constituição e não há possibilidade de CPI seguir trabalhando.

12 de julho de 2021

Compartilhe

Rodrigo Pacheco manobra para votar Lei de Diretrizes Orçamentárias ainda nessa semana e, assim, paralisar os trabalhos da CPI da Covid. (Foto: Reprodução)

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (DEM/MG), aposta que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será votada na próxima sexta-feira (16) e, assim, o Legislativo entrará imediatamente em recesso, o que levará à interrupção imediata dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19. “O recesso está previsto na Constituição, então se votarmos a LDO ele é automático. Se não conseguirmos votar, teremos recesso branco”, explicou Rodrigo Pacheco.

A decisão do presidente do Congresso de paralisar os trabalhos da CPI após a votação da LDO contraria orientação da cúpula dirigente da comissão. O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD), já afirmou que os trabalhos, com recesso oficial ou recesso branco, não podem parar. “Devemos prosseguir no nosso trabalho em nome das mais de 533 mil vidas perdidas para a Covid em nosso País”, afirma Omar Aziz.

O relator, senador Renan Calheiros (MDB/AL), também é favorável à continuação dos trabalhos da CPI durante o recesso e defendeu que os senadores se comprometam a seguir investigando sem dar trégua ao governo. “Não podemos parar os trabalhos, o coronavírus não entrará em recesso”, justificou.

Falta articulação

A LDO sofre com os atrasos causados pela falta de articulação política do governo Bolsonaro no Congresso e definições da área econômica para uma série de temas.

O passo inicial só foi dado na semana passada, quando foi instalada a Comissão Mista do Orçamento (CMO), que tentou aprovar um parecer preliminar na sexta-feira (9), mas não conseguiu por falta de quórum.

Uma nova tentativa de aprovação será feita na tarde desta segunda-feira (12). Com isso, na sexta-feira (16), o parecer definitivo poderia ser apresentado para votos tanto na comissão quanto no plenário do Congresso Nacional.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Presidente diz que eleição sem voto impresso será ‘farsa’ inaceitável

Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste sábado de 'motociata' em Presidente Prudente, criticou a urna eletrônica e ameaçou não aceitar o resultado da eleição.

31 de julho de 2021

Wilson celebra o ritmo da vacinação da população em 53 municípios

Governador Wilson Lima comemorou que o avanço da vacinação permitiu que 53 municípios já tenham vacinado ou estejam vacinando toda a população adulta alvo do PNI.

31 de julho de 2021

Vice do TRE-AM critica Bolsonaro e alerta para ‘clima de guerra’

Desembargador Jorge Lins falou ao RealTime1 sobre as acusações do presidente de eleições fraudadas e o clima de intranquilidade que elas trazem a paz social no País.

31 de julho de 2021

Pazuelo mentiu sobre o TrateCov na CPI, atesta análise do TCU

Conclusão dos técnicos do TCU desmente argumento apresentado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid de que a plataforma teria sido adulterada por hackers.

31 de julho de 2021

PF deve retomar investigação sobre interferência de Bolsonaro

Decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Inquérito apura se o presidente tentou interferir na Polícia Federal, buscando proteger os filhos.

31 de julho de 2021

Bolsonaristas promovem manifestação em apoio ao voto impresso

Grupo Conservador Amazonas espera reunir, neste domingo, na avenida das Torres, apoiadores da proposta defendida pelo presidente em transmissão ao vivo nesta quinta-feira.

31 de julho de 2021

CPI vai analisar 28 requerimentos que envolvem amazonenses

Destaque na lista de requerimentos, está o pedido contra o deputado estadual Fausto Júnior (MDB), a mãe dele, a conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins.

31 de julho de 2021

MPAM recomenda exoneração de 35 servidores públicos em Itapiranga

A recomendação é dirigida à prefeita, ao presidente da Câmara Municipal e a agentes que detenham a atribuição de nomear e de exonerar ocupantes de cargos comissionados.

30 de julho de 2021