fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Rodrigo Guedes quer barrar ‘pacote de bondades’ da CMM: ‘dinheiro pelo ralo’

Projeto da Mesa Diretora aumentou os salários dos vereadores, o número de assessores que podem ser contratados sem concurso e ainda reajustou benefícios dos servidores.

20 de dezembro de 2021

Compartilhe

Rodrigo Guedes afirma que David Reis, presidente da Casa, está gastando os recursos públicos sem qualquer critério ou fins republicanos (Foto: Reprodução)

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) reafirmou, nesta segunda-feira (20), que estuda a melhor forma jurídica para entrar, nesta semana, com uma ação no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) para barrar o “pacote de bondades” aprovados pelos vereadores na última sessão do ano sem que a matéria, constante de um projeto da Mesa Diretora, fosse verdadeiramente discutida.

“A aprovação deste projeto aconteceu aos 47 minutos do segundo tempo, com gol de mão e o atacante impedido”, comparou o vereador em entrevista concedida à TV RealTime1.

Pelo projeto, que foi aprovado, segundo o vereador, em 10 minutos por duas comissões técnicas e de forma relâmpago no plenário, os salários dos vereadores subiu de R$ 15 mil para quase R$ 19 mil, o número de assessores saltou de 30 para 45, além de reajustes no tíquete alimentação e outras benesses que foram estendidas para os servidores da Casa.

Na entrevista que está veiculada no canal do RealTime1 no Youtube e também nas redes sociais do portal, Rodrigo Guedes afirma que a falta de transparência na discussão foi intencional, pois se ele soubesse antecipadamente que a matéria seria votada na última sessão, haveria tempo para discutir e mobilizar a sociedade.

“O dinheiro está escorrendo pelo ralo e nem sempre para fins republicanos”, afirmou o vereador.

Confira a entrevista:

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoques

Remessa emergencial de vacinas para crianças será enviada a estados com estoques abaixo das 40 mil doses. Segundo o Ministério da Saúde, doze estados estão nessa situação.

22 de janeiro de 2022

‘De novo’: Bolsonaro minimiza números de mortes de crianças por Covid

Bolsonaro voltou a citar remédios sem eficácia comprovada contra o coronavírus e disse que o número de mortes de crianças pela doença foram insignificantes.

22 de janeiro de 2022

Ministério da Saúde prorroga contrato do Programa Mais Médicos em Manaus

O contrato seria encerrado no final deste mês, mas foi prorrogado a pedido da Prefeitura por conta do aumento dos atendimentos por Covid-19 e outras síndromes respiratórias.

22 de janeiro de 2022

Em Manaus, Queiroga defende vacinação mas critica passaporte vacinal

Marcelo Queiroga pediu esforço dos estados para aumentar os níveis de vacinação, mas criticou a adoção do passaporte vacinal ao dizer que o documento não ampliaria os números

22 de janeiro de 2022

Ciro diz que falhas do PT são responsáveis pela vitória de Bolsonaro

Na sua avaliação, os presidentes do PT não diferem de Bolsonaro em suas agendas econômicas, criticadas por não estabelecer políticas de tributação de grandes fortunas.

22 de janeiro de 2022

Enchente 2022: Governo do Estado institui Grupo de Ações Coordenadas

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros.

22 de janeiro de 2022

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias atacam publicamente os irmãos Weintraub

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias trocaram farpas nas redes sociais com os irmãos Weintraub, agora ex-aliados do presidente Jair Bolsonaro e que estão de volta ao País.

22 de janeiro de 2022

Wilson e Queiroga participam de mobilização contra Covid-19 em Manaus

Mobilização de ações contra a Covid-19, com a vacinação e a testagem da população em larga escala, acontecem simultaneamente nos sete estados da região Norte neste sábado.

21 de janeiro de 2022