fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Rodrigo Guedes acusa CMM de boicotar divulgação da ação parlamentar

Segundo Rodrigo Guedes, desde setembro a Comunicação da Casa não faz a divulgação das matéria do mandato dele; vereador usou as redes sociais e falou em perseguição pessoal.

21 de dezembro de 2021

Compartilhe

Desde que assumiu o cargo de vereador, Rodrigo Guedes se desgastou com a cúpula da CMM criticando e e recorrendo para Justiça para derrubar atos da Casa (Foto: Divulgação/CMM)

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) acusou a direção de comunicação da Câmara Municipal de Manaus (CMM) de boicotar a divulgação de sua atuação parlamentar. Segundo ele, a Casa não tem publicado materiais enviados pela sua assessoria de imprensa há, pelo menos, quatro meses.

Em uma rede social, Rodrigo Guedes diz que desde setembro a CMM parou de divulgar os releases escritos por sua assessoria. Segundo ele, mesmo quando publicado, a divulgação era limitada.

“Sendo que todos os dias, com raríssimas exceções, mando release para eles. De quem foi a ordem? Sistema que fala? Perseguição?”, questionou o vereador em tom de desabafo.

Numa rápida pesquisa com o nome de Rodrigo Guedes no site da CMM, a matéria mais recente data do dia 30 de setembro. Apesar disso, a comunicação da Casa divulgou um release de Guedes onde expunha que, junto com o vereador Amom, a obra do “puxadinho” estava sendo questionada na Justiça, um fato negativo para a imagem da Casa.

Desde que assumiu o cargo de vereador, Rodrigo Guedes tem se desgastado com a cúpula da CMM, criticando e, inclusive, recorrendo à Justiça para derrubar atos da Casa. Em entrevista à TV RealTime1, o vereador revelou que por causa disso nenhum projeto de sua autoria foi aprovado.

“Sentam em cima”, chegou a dizer.

O RealTime1 procurou a diretoria de comunicação da CMM para pedir esclarecimento sobre o assunto, mas até o momento não obteve resposta.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Congresso tem 30 medidas provisórias para analisar em 2022

Apesar de produzir efeitos jurídicos imediatos, a MP precisa da posterior apreciação pelas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) para se converter definitivamente em lei.

21 de janeiro de 2022

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022