fbpx

domingo, 16 de janeiro de 2022

PT, PSB, PCdoB e PV: primeira federação começa a ser desenhada

Tribunal Superior Eleitoral marcou para 28 de fevereiro o prazo final para partidos se organizarem em federações, uma novidade introduzida na minirreforma feira de outubro.

17 de dezembro de 2021

Compartilhe

Serafim Corrêa revelou que as conversas estão adiantadas para a formação de uma federação de esquerda envolvendo PSB, PT, PCdoB e PV (Foto: Reprodução)

O Tribunal Superior Eleitoral marcou para 28 de fevereiro de 2022 a data limite para os partidos se organizarem em federações e assim disputarem a eleição geral do próximo ano. As federações partidárias são uma novidade introduzida na minirreforma aprovada em outubro deste ano no Congresso Nacional.

Uma federação de partidos tem que ser nacional e a união dura os quatro anos subsequentes a eleição. Um deputado eleito pela federação não pode abandoná-la, sob pena de perder o mandato.

De acordo com o presidente de honra do PSB no Amazonas, deputado estadual Serafim Corrêa, as conversas estão avançadas para a formação de uma federação envolvendo o próprio PSB, o PT, o PCdoB e PV.

“As conversas são neste sentido e tudo precisa evoluir até 28 de fevereiro, como marcou o TSE”, revelou.

Uma federação partidária formada por estes partidos tem potencial para fazer até dois deputados federais pelo Amazonas, com a garantia da reeleição do deputado José Ricardo Wendling (PT) e o retorno da ex-senadora Vanessa Grazziottin à Brasília após quatro anos. O vereador Marcelo Serafim (PSB) seria um terceiro puxador de votos dessa federação.

Para a Assembleia Legislativa, essa federação poderia reconduzir Serafim Corrêa, Sinésio Campos (PT) e Carlinhos Bessa (PV), além de trazer de volta a cena política estadual o ex-deputado Eron Bezerra (PCdoB).

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sindicato diz que MP-AM coloca servidores em risco de infecção por covid-19

Entidade que representa servidores do MP pede para que o órgão reconsidere a decisão de revezamento do trabalho. Servidores do grupo de risco foram colocados no revezamento.

16 de janeiro de 2022

Militares ensaiam retorno a posição mais discreta depois de fiasco no governo Bolsonaro

Desde o início a posse do presidente Bolsonaro, militares das três forças embarcaram no governo do ex-capitão expulso do Exército baseados na alta avaliação da população.

16 de janeiro de 2022

Ministros do STF atuam na disputa por indicação de vagas do STJ

Gilmar, Fux, Toffoli e Nunes Marques apoiam postulantes às duas cadeiras que serão preenchidas no Superior Tribunal. O STJ está há um ano com menos dois ministros.

16 de janeiro de 2022

Bolsonaro fala com donos de pousada interditada por não se vacinarem

Proprietários de pousada em Fernando de Noronha (PE) haviam se recusado a tomar vacina. Bolsonaro criticou decisão do governador pernambucano Paulo Câmara (PSB).

16 de janeiro de 2022

Bolsonarista Luciano Hang recupera conta no Twitter após 3 dias suspenso

Hang foi suspenso do Twitter nesta quarta-feira (12) por compartilhar fake news. A assessoria do empresário argumentou que a decisão viola a liberdade de expressão dele.

16 de janeiro de 2022

Capitã Cloroquina é condenada a pagar R$ 10 mil em ação contra Aziz

Capitã Cloroquina alegou no processo “demonstração de misoginia” em críticas feitas pelo senador Omar Aziz em entrevistas à imprensa. O senador alegou imunidade parlamentar.

16 de janeiro de 2022

TV RealTime1 promove série de entrevistas para explicar regras eleitorais

A minireforma eleitoral, aprovada em 2021, trouxe dúvidas para candidatos e eleitores e, por isso, a TV RealTime1 fará três programas especiais sobre o tema nesta semana.

16 de janeiro de 2022

Érico Desterro diz que Tribunal de Contas tem autonomia para analisar gastos da ALE-AM

Érico Desterro preside pela segunda vez o Tribunal de Contas do Amazonas. Na avaliação dele, o Tribunal de Contas é totalmente independente apesar de orçamento compartilhado.

15 de janeiro de 2022