fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Propostas de ensino domiciliar crescem após início da pandemia

Mesmo com aprovação em três capitais e o Distrito Federal, é necessário uma lei federal, aprovada no Congresso Nacional, caso contrário projetos estaduais não terão validade.

11 de maio de 2021

Compartilhe

Das cidades que propuseram o PL, três já aprovaram, além do Distrito Federal (Foto: Agência Brasil)

Ao menos nove capitais brasileiras apresentaram projetos de lei autorizando o ensino domiciliar desde o início da pandemia de Covid-19. Dentre elas, três, além do Distrito Federal, já o aprovaram. Em Manaus, a proposta foi apresentada pelo vereador Raiff Matos (DC), mas encontra-se em tramitação na Câmara Municipal (CMM).

A proposta de Raiff pede a autorização para a realização da modalidade na capital amazonense. Esse projeto já teve parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara, mas ainda não retornou ao plenário.

Quando apresentou o PL, o vereador defendeu a liberdade da família para conduzir o processo educacional dos filhos.

A reportagem chegou a questionar a Prefeitura de Manaus, caso o projeto fosse aprovado, se o município teria equipe técnica disponível para o acompanhamento da execução da modalidade. Mas o município limitou-se a dizer que “a Prefeitura de Manaus não se pronuncia sobre projetos de terceiros em tramitação na Câmara Municipal de Manaus (CMM)”.

Projeto aprovado no Distrito Federal

No Distrito Federal, a aprovação necessita de uma lei complementar para regulamentar o ensino domiciliar. Lá, essa modalidade é exclusiva dos pais e responsáveis, porém a família precisa comprovar aptidão técnica, através de um laudo que deve ser avaliado por assistente social, pedagogo e psicólogo, sendo acompanhada ainda por um conselheiro tutelar.

Entrave

Segundo a professora de direito constitucional da USP, Nina Stocco Ranieri, a educação domiciliar só pode ser regulamentada mediante uma Lei Federal, caso contrário não tem validade e, se aprovadas, são inconstitucionais.

“A competência para estabelecer diretrizes, bases ou normas gerais de Educação é da União, do Governo Federal. Já o Congresso tem competência para legislar sobre diretrizes, bases ou sobre normas gerais da educação e, sem isso, estados e municípios não podem regulamentar nada”, explicou Nina.

Justificativa do ensino

Após o impacto que a pandemia trouxe ao ensino educacional presencial, a modalidade homeschooling pelo Brasil foi impulsionada entre grupos religiosos e conservadores. O presidente Jair Bolsonaro é um dos que busca a aprovação do PL, já que defendeu no primeiro ano de Governo que a educação domiciliar estava entre as principais pautas da área do ensino.

De acordo com a Folha de S. Paulo, os parlamentares que defendem este tipo de ensino na pandemia, também defendem a legalidade e moralidade. Além disso, eles buscam se respaldar na decisão de 2018 do Supremo Tribunal Federal (STF), quando afirmou-se que o ensino domiciliar não seria inconstitucional.

Entre as capitais com as propostas estão: Manaus, Curitiba, Rio de Janeiro, Goiânia, Natal, Porto Alegre, Fortaleza, São Luís e Belo Horizonte, além dos estados de Paraná, Rio de Janeiro e a Bahia.

Texto: Milena Soares, com informações da Folha de S. Paulo

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Prefeita e ex-secretário de Coari são denunciados pelo MPAM

De acordo com o MPAM, há indícios de uso do programa social 'Direito a Cidadania' para fins eleitoreiros, devido à possibilidade das Eleições suplementares no município.

14 de junho de 2021

Wizard poderá ser levado à CPI por condução coercitiva, caso falte na quinta

Caso o empresário não compareça, o auditor do TCU, Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, estará de sobreaviso para antecipar depoimento à comissão investigadora.

14 de junho de 2021

Entusiasmo de governador e prefeito esbarra na vontade da população

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

14 de junho de 2021

PEC da Guarda Municipal avança, mas sem trechos inconstitucionais

A proposta para regulamentação da Guarda Municipal armada no Amazonas tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa e deve entrar em pauta nesta quarta-feira (16).

14 de junho de 2021

Supremo abre crise na CPI com decisões divergentes sobre sigilos

Analisando casos de quebras dos sigilos telefônico e telemático, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski tomaram decisões bastante diferentes.

14 de junho de 2021

Parceria com David na imunização vai ter ‘bis’ nos próximos dias, diz Wilson

Governador e prefeito comemoraram os números alcançados na ação do final de semana e agradeceram aos profissionais da saúde envolvidos na operação.

14 de junho de 2021

Depoimento de Marcellus Campêlo pode evidenciar omissões de Bolsonaro

O ex-secretário de Saúde do Amazonas deve ser questionado acerca da crise de oxigênio vivida em janeiro e da imposição do tratamento precoce pelo Ministério da Saúde.

14 de junho de 2021

Deputados levam indícios de crime de responsabilidade de Bolsonaro ao TCU

Os dados foram apresentado pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO) também à CPI da Covid. O desvio de valores destinados a publicidade seriam de R$ 52 milhões.

14 de junho de 2021