fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

PP do Amazonas seguirá orientação de Bolsonaro, mas com ressalva

O PP do Amazonas se prepara para as eleições de 2022 de olho no movimento que fará o presidente Jair Bolsonaro e o deputado Belarmino Lins diz que o PP o apoia.

16 de abril de 2021

Compartilhe

Belão diz que apoio do partido depende da densidade do candidato (Foto: Divulgação)

O Partido Progressista do Amazonas se prepara para as eleições de 2022 de olho no movimento que fará o presidente Jair Bolsonaro. Secretário-geral da sigla no Estado, o deputado Belarmino Lins, o “Belão”, diz que o PP está na base de apoio do presidente, deve apoiá-lo na eleição, mas que a extensão desse apoio a um candidato ungido por ele no Estado vai depender do peso e da densidade eleitoral do indicado.

“Vamos estar com Bolsonaro, mas que ele não ofereça um aracu ao povo amazonense, pois estamos precisando é de um cardume de jaraqui ou no mínimo de uma boa pescada”, teorizou amazonicamente Belão.

Questionado se esse cardume de jaraqui tem o nome do governador Wilson Lima (PSC), cuja sigla do partido é um peixe, Belarmino diz que ainda é cedo para avaliar e cravar isso como uma certeza. “Estamos a um ano e três meses da eleição, muita água vai passar por este rio”, segue filosofando em termos amazônicos.

Sobre o projeto político do partido, Belarmino confirma que a candidatura dele à reeleição e a do irmão, o deputado federal Átila, são prioridades. Belarmino disputa o nono mandato e Átila o décimo segundo.

O poder de fogo para conquistar mandatos e emplacar um candidato ao governo não falta ao Progressistas. O partido cresceu muito na eleição de 2020, elegendo 103 vereadores em 47 municípios do interior e uma vereadora em Manaus, Thaisy Lippy. O PP está organizado em todos os municípios do Estado.

A aliança do PP em Manaus em 2022 também dá sinais do futuro do partido, que apoiou a candidatura de Ricardo Nicolau (PSD) numa articulação feita pelo senador Omar Aziz. A vaga de vice de Nicolau ficou para o filho de Belarmino, George Lins. Na eleição geral anterior, o PP não fez coligação majoritária no Amazonas, não apoiando nenhum candidato ao governo. Mas o partido coligou na proporcional com o PR, PV e SD e formou a aliança “Eu voto no Amazonas 4”, que pedia votos para Amazonino Mendes (então no PDT), derrotado por Wilson Lima.

Para Belarmino Lins, o tema que vai dominar a campanha é a pandemia de Covid-19. Ele, contudo, tem a esperança de no tempo da campanha, segundo semestre de 2022, a situação já esteja controlada e uma campanha normal possa ser realizada no Estado.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021