fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Polícia Federal faz operação que atinge liderança do Governo Bolsonaro

A falta dos medicamentos, contratados da empresa Global, acionista da Precisa Medicamentos, teria levado a óbito ao menos 14 pacientes no Brasil.

21 de setembro de 2021

Compartilhe

Francisco Maximiano é dono da Precisa Medicamentos e da Global, que vendeu, mas não entregou os medicamentos de alto custo comprados pelo ministério (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (21), uma operação para apurar fraudes na aquisição de medicamentos de alto custo por força de decisão judicial pelo Ministério da Saúde. A estimativa é que as fraudes, com pagamento antecipado sem o recebimento dos medicamentos, tenham causado prejuízo que ultrapassa os R$ 20 milhões.

A Operação “Pés de Barro” investiga fatos ocorridos entre os anos de 2016 e 2018, que envolveram a aquisição dos medicamentos de alto custo Aldurazyme, Fabrazyme, Myozyme, Elaprase e Soliris/Eculizumabe pela Diretoria de Logística em Saúde do Ministério da Saúde, à época dirigido pelo atual líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, deputado Ricardo Barros (PP/PR).

Segundo a PF, foram encontrados indícios de inobservância da legislação administrativa, licitatória e sanitária, além do descumprimento de reiteradas decisões judiciais, com o aparente intento de favorecer determinadas empresas. O medicamento foi adquirido da Global Medicamentos, empresa que é sócia da Precisa Medicamentos, que tentou vender a vacina Covaxin para o Ministério da Saúde em um contrato de R$ 1,6 bilhão. As duas empresas têm como sócio o empresário Francisco Maximiano, que é ligado a Ricardo Barros.

A PF disse ainda que a má condução dos processos de aquisição desses medicamentos causou o desabastecimento por vários meses de seus estoques do Ministério da Saúde, com evidente prejuízo de centenas de pacientes beneficiários de ordens judiciais. A situação teria levado a óbito ao menos 14 pacientes.

Os policiais federais cumprem 15 mandados de busca e apreensão nos estados de Alagoas, Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo e no Distrito Federal. Os envolvidos podem responder pelos crimes de fraude à licitação, estelionato, falsidade ideológica, corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e corrupção ativa.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Disputa para o Governo do AM tem recorde de mulheres para posto de vice

Anne Moura, Ana Milena, Cristiane Balieiro, Rita Nobre e Vera Castelo Branco disputam a vaga. A lista de candidatos inclui Michiles, Tadeu de Souza e o Engenheiro Machadão.

8 de agosto de 2022

Wilson e Braga terão 60% do tempo de propaganda na TV e no rádio

O tempo que cada candidato terá na propaganda eleitoral está relacionado ao tamanho da bancada eleita em 2018 para a Câmara dos Deputados e abrangência das alianças formadas.

8 de agosto de 2022

Wilson garante ter dado condições para novas matrizes econômicas no AM

O governador disse que os investimentos em gás natural e potássio têm avançado e que tem criado condições para desenvolver os novos mercados para reduzir dependência da ZFM.

8 de agosto de 2022

Confira os candidatos às eleições 2022 pelo MDB no Amazonas

O MDB aposta na candidatura de Eduardo Braga e Anne Moura ao Governo do Amazonas, além de apoiar a reeleição de Omar Aziz. 25 nomes concorrem à Aleam e nove à Câmara Federal.

8 de agosto de 2022

Das seis candidaturas ao Senado no Amazonas, apenas uma é feminina

Apesar de os partidos terem confirmados os nomes dos candidatos ao Senado em convenções partidárias, nenhuma candidatura foi registrada ainda oficialmente no TSE.

8 de agosto de 2022

PMB é o primeiro partido do AM a registrar candidaturas no TSE

Entre os 25 candidatos, cinco são ex-vereadores. A lista inclui ex-secretário, professores, empresários, militares, líderes religiosos, contador e digital influencer.

8 de agosto de 2022

Lula declara ao TSE patrimônio de R$ 7,4 milhões menor do que em 2018

O valor é inferior ao declarado por Lula em 2018, quando afirmou ter R$ 8 milhões –na época, ele teve a candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa.

8 de agosto de 2022

Justiça de São Gabriel da Cachoeira determina suspensão de shows

Shows de Barões da Pisadinha, Naiara Azevedo, Amado Batista e Anderson Freire em São Gabriel da Cachoeira está suspensão por liminar da Justiça do município.

8 de agosto de 2022