fbpx

quinta, 20 de janeiro de 2022

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Compartilhe

Plínio revelou a destinação de suas emendas para os municípios e Marcelo defendeu que essas emendas equilibram o jogo entre Executivo e Legislativo (Foto: Reprodução)

O senador Plínio Valério (PSDB) e o vice-presidente da Câmara Federal, deputado Marcelo Ramos (PL), defenderam, nesta terça-feira (30), a existência das emendas do relator do Orçamento Geral da União como um instrumento eficiente de distribuição de recursos aos municípios e instituições públicas do Amazonas.

Ambos, contudo, defenderam a transparência na execução das emendas, como determinou o Supremo Tribunal Federal (STF).

“Muito se tem falado em orçamento secreto, que são as emendas extras, como se fosse crime aceitá-las. Por meu intermédio, todos os municípios do Amazonas foram contemplados com R$ 50 milhões, que não existiriam se não fossem elas [emendas extras]. É a nossa população mais carente sendo diretamente assistida”, defendeu Plínio, que encaminhou ao RealTime1 uma lista e o valor que cada município beneficiado por ele recebeu deste tipo de instrumento legislativo.

Confira a lista completa acessando este link.

Já Marcelo Ramos lembrou que a distribuição de emendas para a conquista de apoios no Legislativo é uma prática que sempre existiu no parlamento, o famoso ‘toma lá, da cá”, mas que as emendas do relator equilibraram o jogo de poder entre o Executivo e o Legislativo.

“No passado todos os recursos das emendas usadas para conquista do apoio político tinham a liberação sob controle do Executivo com as emendas RP2”, lembrou. “Com as emendas do relator, as RP9, isso ficou dividido. Se acabarem com as RP9, tudo volta para o controle do Executivo com as RP2”, completou.

Marcelo também destacou que, especificamente neste ano, o Executivo está alinhado com o Legislativo, com a parceria entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), mas nem sempre ocorrerá esse alinhamento.

“No ano passado, quando foi criada as emendas do relator, o presidente da Câmara era o Rodrigo Maia (DEM), que não tinha alinhamento com o Planalto”, pontuou.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Governo mantém sigilo de 100 anos e nega acesso a processo de Pazuello

Pazuello foi ministro da Saúde de setembro de 2020 a março de 2021 e encampou, em sua gestão, várias das posições negacionistas bancadas por Bolsonaro no combate à pandemia.

20 de janeiro de 2022

Eleição ficou mais difícil com novas regras, avaliam advogados

Novas regras, como a que instituiu a cláusula de barreira e a formação de federações, foram tema da segunda parte da série de entrevistas promovidas pela TV RealTim1.

20 de janeiro de 2022

Depois de críticas à aglomeração por testagem, prefeito suspende eventos

David Almeida suspendeu por 30 dias a concessão de permissão e licenças para eventos de qualquer natureza. A decisão não proibiu eventos esportivos que serão analisados.

20 de janeiro de 2022

TSE estuda bloquear Telegram no Brasil para evitar fake news nas eleições

Ao menos 11 países já bloquearam ou ainda bloqueiam a plataforma do Telegram, um deles é a Rússia, país de origem, onde o acesso ficou suspenso entre os anos de 2018 e 2020.

20 de janeiro de 2022

Lewandowski manda Ministério Público fiscalizar pais antivacina

No ofício, Lewandowski diz que os MP´s devem garantir que as medidas necessárias para fiscalizar a vacinação das crianças estão sendo adotadas conforme prevê o ECA.

20 de janeiro de 2022

Pandemia pode suspender concursos da Segurança; TCE-AM analisa pedido

A principal linha de questionamento da representação é que a realização do concurso no cenário de alta de casos de Covid-19 colocará em risco a saúde dos candidatos.

20 de janeiro de 2022

MP-AM quer exoneração de parentes do prefeito e vice de Canutama

A recomendação foi feita após denúncias de suposta prática de nepotismo na nomeação de familiares do prefeito José Torres (PSC) e do seu vice, Raimundo Cordeiro (MDB).

20 de janeiro de 2022

Alexandre Saraiva questiona decisão que liberou madeira apreendida pela PF

Ex-superintendente da PF no Amazonas, delegado Alexandre Saraiva, foi o pivô da queda do então ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Saraiva foi transferido para o Rio.

20 de janeiro de 2022