fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Pesquisa aponta que 48% no Norte avaliam governo Bolsonaro como ‘negativo’

Pesquisa aponta que percentual de brasileiros do Norte que rejeitam o governo Jair Bolsonaro cresceu entre janeiro e fevereiro e que a avaliação mais negativa é do Nordeste.

10 de fevereiro de 2022

Compartilhe

As mulheres (54%) avaliam mais negativamente Bolsonaro do que os homens (48%) segundo a pesquisa (Foto: Divulgação/PR)

Pesquisa da Quaest Consultoria em parceria com a Genial Investimentos divulgada nesta quarta-feira (9), apresenta uma avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) por região do País. No Norte, 48% em fevereiro consideram o governo ‘negativo’. Em janeiro, o percentual de entrevistados descontentes com o governo federal na região era de 42%.

Avaliam como positivo o governo Bolsonaro, 25% dos entrevistados na região Norte, percentual que repete o de janeiro deste ano. Entre janeiro e fevereiro, o percentual de pessoas que consideram o governo regular caiu de 30% para 25% no Norte.

O presidente é melhor avaliado na Região Centro-Oeste onde obteve 25% de pessoas que consideram o governo positivo de acorod com a pesquisa. A maior rejeição é no Nordeste, onde 61% dos entrevistados desaprovam o atual chefe do Executivo.

Em nível nacional, mais da metade dos brasileiros (51%) avaliam negativamente a administração Bolsonaro, enquanto 22% consideram o governo positivo e 25%, regular.

Por gênero, as mulheres (54%) rejeitam mais o presidente do que os homens (48%). Para 20% do público feminino, o governo é positivo e para 24%, regular. Entre os homens, 24% avaliam o governo como positivo e 26% como regular.

A rejeição do presidente é maior também entre os mais pobres, segundo a pesquisa. Para quem ganha até dois salários-mínimos, 57% consideram o governo negativo, enquanto (17%) acham positivo e 24%, regular.

Texto Emerson Medina

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados hoje

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022

Governo do AM firma convênios de R$ 67 mi para educação e setor primário

Na área de educação, os municípios de Anamã, Itacoatiara e Urucurituba receberam R$ 8,1 milhões para serviços de reformas em escolas estaduais e municipais.

2 de julho de 2022

Lula pode unir Braga, Omar e Nicolau no mesmo palanque no Amazonas

Reunião solicitada por Lula acontece neste domingo (3) e busca selar o apoio do petista às candidaturas de Omar, Braga e Nicolau nas eleições deste ano pelo Amazonas.

2 de julho de 2022

Senado aprova PEC com estado de emergência e R$ 41,25 bi em auxílios

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) prevê R$ 41,25 bilhões até o fim do ano para expansão de benefícios federais, como o Auxílio Brasil e o vale-gás de cozinha.

2 de julho de 2022

Emendas parlamentares somam R$ 22 mi para produção no interior do AM

São 37 municípios com emendas de parlamentares do Amazonas para o incremento da produção rural no interior do Amazonas com obras e implementos agrícolas.

2 de julho de 2022