fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

PEC da guarda municipal é ´populismo’ legislativo, afirma especialista

Na avaliação do delegado de polícia, João Tayah, a PEC que regulamenta o uso de armas pela guarda municipal é proposta por mero populismo dos parlamentares.

5 de junho de 2021

Compartilhe

Os deputados estariam usando o dispositivo jurídico para se autopromover em nichos que simpatizam com o tema (Foto: Danilo Mello/Aleam)

O projeto de emenda constitucional 03/2021, submetido nesta semana às comissões temáticas da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), foi considerado uma tentativa de populismo dos parlamentares. A avaliação é do delegado de polícia e especialista em Direito Público, João Tayah.

A PEC pretende regulamentar o uso de armas de fogo pelas guardas municipais e, segundo Tayah falta razoabilidade ao texto, uma vez que é competência da União criar leis sobre o tema e dos municípios a responsabilidade de criar regras específicas. Por isso, de acordo com ele, “os deputados que são favoráveis a essa ideia estão querendo se utilizar do populismo do tema para angariar simpatia em determinados setores”.

“A constituição estadual ou mesmo a Federal dispõem Sobre Polícia Civil, Polícia Militar. Lá nada tem na redação falando sobre a possibilidade de uso de arma de fogo. Porque isso não é tema que seja tratada em constituição. (…) estão querente utilizar o tema, de maneira populista, pra dizer que a assembleia está possibilitando o uso de armas de fogo pelas guardas municipais”, alerta.

O delegado enfatiza que a permissão para uso de armamentos não soluciona os problemas de segurança pública. Antes disso, para Tayah, é necessário realizar investimentos em políticas públicas que promovam a redução das desigualdades sociais, a geração de oportunidades de emprego e renda e permitam o acesso a serviços públicos de qualidade, na educação, na saúde, na infraestrutura urbana e no saneamento básico.

“São essas coisas que vão conter o avanço da criminalidade, porque colocar arma na mão de um guarda municipal não resolve absolutamente nada, no que diz respeito a eliminação do crime”,

O uso de armas de fogo requer ainda um treinamento contínuo dos profissionais de segurança pública. Sem isso, o delegado afirma que podem ocorrer o aumento de casos de abusos e arbitrariedades por parte dos agentes. A PEC segue em tramitação na Aleam e é uma proposta conjunta dos deputados Delegado Péricles (PSL), Therezinha Ruiz (PSDB), Adjunto Afonso (PDT), Álvaro Campelo (PP), Carlinhos Bessa (PV), Dermilson Chagas (Podemos), Fausto Junior (PV), João Luiz (Republicanos).

Texto: Giovanna Marinho

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Senado aprova mudanças na regra eleitoral e na posse presidencial; entenda!

Volta das coligações, defendida pelos deputados, foi barrada no Senado Federal durante votação nesta quarta-feira (22); parte das mudanças vale a partir de 2022.

22 de setembro de 2021

Omar Aziz critica Câmara por abrir processo contra Luís Miranda

Deputado que, ao lado do irmão Luís Ricardo, revelou o caso Covaxin terá de responder a processo de cassação na Comissão de Ética da Câmara Federal.

22 de setembro de 2021

Ministério usou dados da Prevent sem autorização, diz executivo

Em ao menos dois casos, Pedro Benedito Batista Júnior negou que dados usados pelo Ministério da Saúde tenham sido autorizados pela empresa Prevent Senior.

22 de setembro de 2021

Depois de se esquivar sobre o ‘puxadinho’ da CMM, Carpê cobra holofotes

Depois de ter visto a repercussão negativa sobre o 'puxadinho', o vereador resolveu se posicionar e passou a criticar a postura dos demais colegas que aprovam a obra.

22 de setembro de 2021

Amazonas Energia cobra duas bandeiras tarifárias em conta, diz Sinésio

Presidente da Aleam e deputados pregam acatar decisão da Justiça de suspender a CPI e depois criar uma nova ; mas Sinésio Campos é contrário à saída.

22 de setembro de 2021

Executivo da Prevent Senior passa a ser investigado pela CPI da Covid

Os senadores apresentaram provas, encaminhadas à comissão com denúncias de médicos e pacientes, comprovando a prescrição do chamado tratamento precoce na Prevent.

22 de setembro de 2021

Prevent falsificava dados sobre mortes de pacientes por Covid-19

O senador Humberto Costa (PT/PE), que e médico, foi quem revelou documentos mostrando que a Prevent adotava este procedimento para mascarar os dados de mortes por Covid.

22 de setembro de 2021

Bolsonaro cancela agenda após Anvisa recomendar quarentena

Agência determinou que o presidente e os integrantes da comitiva que tiveram contato com o ministro Marcelo Queiroga, que está com Covid, fiquem em isolamento.

22 de setembro de 2021