fbpx

terça, 25 de janeiro de 2022

Para Queiroga, volta às aulas não depende do esquema vacinal completo

O ministro da Saúde revelou que para o pleno retorno às aulas em todo o Brasil a estratégia é testar os professores. A classe é contra o retorno sem as duas doses da vacina.

21 de junho de 2021

Compartilhe

Na semana passada, uma unidadade de ensino municipal em Manaus teve as aulas suspensas por casos de Covid-19 (Foto: Reprodução)

Medida que tem mobilizado professores e servidores da Educação no Amazonas, a segunda dose da vacina contra a Covid-19 não é um fator de prioridade na avaliação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A declaração foi dada nesta segunda-feira (21) durante sua participação na Audiência Pública feita pela Comissão Temporária da Covid-19, no Senado.

O ministro enfatizou que em vários estados, há mais de um ano, os alunos não têm aulas presenciais. A estratégia do Ministério da Saúde, segundo ele, é acelerar a distribuição de doses para os professores da educação básica e ampliar a testagem nas escolas. Até agora, o Ministério da Saúde (MS) enviou doses de vacinas suficientes para 80% dos professores.

“No meu entendimento, não é fundamental que todos os professores estejam imunizados com duas doses para o retorno às aulas. Com estratégias adequadas de testagem podemos compatibilizar o retorno às aulas com a identificação dos casos positivos e, a partir daí, ter já no segundo semestre o retorno às aulas”, disse Queiroga.

Em Manaus

O retorno às aulas em escolas municipais de Manaus aconteceu dia 31 de maio, de forma híbrida, 50% dos alunos assistem as aulas em casa e os outros 50% vão para as escolas. Porém, a aplicação da primeira dose da vacina nos professores não impediu a infecção de duas servidoras da escola Dr. Raymundo Nonato Magalhães Cordeiro.

O Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas do Ensino Básico de Manaus (Asprom/Sindical) declarou greve até que todos os professores sejam devidamente vacinados com as duas doses da vacina.

Texto: Giovanna Marinho

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Reviravoltas e confirmações fortalecem chapa do Avante para Câmara

Partido do prefeito David Almeida, Avante tem praticamente fechada a lista dos candidatos que disputarão uma vaga na Câmara Federal na acirrada eleição de outubro deste ano.

25 de janeiro de 2022

Wilson Lima entrega itens para agricultores e promete novo terminal pesqueiro

O governador entregou mais de 16 mil sementes, kits para seringueiros e serrarias portáteis. Durante a entrega Wilson Lima prometeu construir o novo terminal pesqueiro.

25 de janeiro de 2022

Amazonino Mendes anuncia que testou positivo para o novo coronavírus

Ex-govenador e pré-candidato nas eleições deste ano, Amazonino Mendes informou que está com Covid-19 e já iniciou o período de isolamento social sob orientação médica.

25 de janeiro de 2022

Guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho morre nos Estados Unidos

Escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho foi classificado pelo presidente Jair Bolsonaro como "farol para milhões de brasileiros". A morte foi anunciada pela família.

25 de janeiro de 2022

Ciro Gomes volta a acenar a Marina Silva para vice-presidência

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro voltou a dizer que gostaria de Marina Silva (Rede) com ele em uma chapa, ao mesmo tempo em que atacou Lula e Bolsonaro.

25 de janeiro de 2022

‘Muito acima do necessário’, diz Zé Ricardo sobre Fundão de R$ 4,9 bi

Zé Ricardo disse que é a favor do financiamento público de campanha, mas defendeu que a quantia fosse calculada com base na eleição anterior, resultando em um valor menor.

25 de janeiro de 2022

Governo do AM vai lançar pacote de R$ 1,5 bilhão em investimentos

O governador Wilson Lima anunciou que 87% das promessas de campanha já foram cumpridas e a meta é que até dezembro deste ano 100% das promessas sejam cumpridas.

25 de janeiro de 2022

Governo investe R$ 3,8 milhões para levar água potável à população de Maraã

No município, a água é captada por meio de 17 poços submersos, sendo que 13 estão ativos e quatro inativos. O investimento de R$ 3,8 milhões será usado para tratar os poços.

25 de janeiro de 2022