fbpx

sexta, 01 de julho de 2022

Ouçam a Terra e os pobres, diz papa em apelo a líderes mundiais na COP26

Durante a COP26, da Organização das Nações Unidas (ONU), o papa Francisco disse esperar "respostas eficientes" e "esperança concreta" dos líderes mundiais.

31 de outubro de 2021

Compartilhe

(foto: Reuters)

O papa Francisco fez um apelo aos líderes mundiais presentes na cúpula da COP26 da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas neste domingo (31) para que ouçam “o grito da Terra e o grito dos pobres”.

Francisco, que fez da proteção do meio ambiente uma pedra angular de seu pontificado, disse em sua bênção na Praça São Pedro que esperava que a reunião em Glasgow fornecesse “respostas eficientes e oferecesse esperança concreta às gerações futuras”.

Foi a segunda vez em três dias que o papa fez um apelo aos participantes da reunião da ONU para que concordassem com ações e não com meras palavras na cúpula climática, que começa neste domingo.

Na sexta-feira (29), ele disse à rádio BBC que o encontro estava acontecendo em um momento crucial porque a pandemia de covid-19, a crise ambiental e os problemas de abastecimento de alimentos estavam juntos criando uma “tempestade perfeita” que corria o risco de provocar rupturas na sociedade.

Ele ressaltou essas preocupações no domingo, pedindo à multidão que visita uma exposição na Praça São Pedro sobre sua encíclica “Laudato Si” (Louvado Seja) de 2015 sobre o meio ambiente feita por um fotógrafo de Bangladesh. Os cientistas dizem que o país será um dos mais afetados pela elevação do nível do mar.

O papa, de 84 anos, havia dito várias vezes que esperava participar da COP26, mas o Vaticano anunciou em 8 de outubro que sua delegação seria chefiada pelo secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin, sem explicar os motivos para a ausência do papa.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Com Chico na disputa ao Senado, Menezes perde força entre bolsonaristas

O Avante marcou para a segunda (4) a confirmação do nome de Chico Preto na disputa pelo Senado. A decisão enfraquece o sonho de Menezes de brigar por uma vaga no Senado.

1 de julho de 2022

Pragmatismo pesa mais que ideologia nas alianças para as eleições de 2022

Diferente de 2018, quando houve candidaturas com peso maior da ideologia, as alianças no Amazonas são marcadas pela praticidade e divergem em alguns casos das federações.

1 de julho de 2022

Amazonas nunca elegeu candidato assumidamente LGBTQIA+

Para o cientista político Carlos Santiago, a sociedade brasileira ainda não está representada de forma adequada nos parlamentos e nos governos brasileiros.

1 de julho de 2022

Wilson e David anunciam construção do complexo viário da Bola do Produtor

O prefeito disse que apesar de o Governo estar proibido de entregar obras a partir de amanhã, vai lembrar por onde passar da parceria com o Estado.

1 de julho de 2022

Em federações, cada partido deverá cumprir cota feminina separadamente

Determinação do TSE veio após questionamento feito pela federação PT, PCdoB e PV sobre a possibilidade de o percentual mínimo de 30% ser cumprido pela federação como um todo.

1 de julho de 2022

Entenda como os minions viraram apelido para os apoiadores de Bolsonaro

Personagens amarelos da franquia "Meu Malvado Favorito", eles obedecem cegamente às ordens do supervilão da vez, tendo servido desde um tiranossauro, até Napoleão e Drácula.

1 de julho de 2022

Roberto Cidade recebe maior honraria da CMM nesta sexta-feira

Conforme o autor da propositura, vereador Fransuá, Roberto Cidade se destaca pelo compromisso que tem com a população de Manaus com o Amazonas.

1 de julho de 2022

Luciano Bivar escolhe Ernesto Oliveira como coordenador de campanha

Ernesto Oliveira, homem de confiança de Pauderney Avelino, terá a missão de tornar mais conhecido o nome de Luciano Bivar nos municípios e na capital do Amazonas.

1 de julho de 2022