fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Operação de Urucu será vendida a banqueiros, afirma Ciro Gomes

Presidenciável do PDT, Ciro Gomes afirmou, na ALEAM, que o governo Bolsonaro venderá ao banco BTG e à família Moreira Salles toda a operação do gasoduto Coari-Manaus.

17 de março de 2022

Compartilhe

O ex-ministro Ciro Gomes esteve em Manaus nesta quinta-feira para participar de homenagem ao ex-senador Jeferson Péres e lançar as candidaturas de Carol Braz e Luiz Castro. (Foto: Reprodução)

O ex-governador do Ceará e ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes defendeu, nesta quinta-feira (17), em Manaus que o governo federal proteja e modernize o Polo Industrial de Manaus (PIM) dentro da proposta dele batizada de Nacional Desenvolvimentismo. ” Vocês precisam por as barbas de molho (por conta da Zona Franca), pois o governo Bolsonaro está simplesmente atacando um polo que é responsável por 8% da produção industrial brasileira. Isso não é pouca coisa”, defendeu Ciro Gomes.

Ciro Gomes também afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) prepara um outro ataque a economia do Amazonas ao preparar a privatização das operações da Petrobras na Província Petrolífera do Urucu e o gasoduto que traz gás de lá para abastecer a capital amazonense. “Já tem até sócios escolhidos, o banco BTG (Pactual, cujo G é de Paulo Guedes) e a família Moreira Salles (Itaú/Unibanco) são os escolhidos para serem os donos (dessa operação), que vai tirar a autonomia de gás da economia amazonense”, afirmou.

Ciro criticou a condução econômica do País no governo do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Paulo Guedes, a quem acusou de não conhecer os modelos industrias brasileiros e, por isso, tomar decisões equivocadas, como a que reduziu a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados importados e que fere de morte a Zona Franca. “Eu conheço a Zona Franca, participei como ministro da prorrogação por mais 13 anos no primeiro governo Lula, mas este pessoal que vive em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro não têm ideia do que temos aqui”, ponderou o ex-ministro.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022