fbpx

quarta, 19 de janeiro de 2022

Novo líder do PT defende alianças e maior oposição a Bolsonaro em 2022

Reginaldo Lopes, novo líder do PT na Câmara, defende que o partido faça uma oposição mais dura ao governo Bolsonaro em 2022 para aumentar a resistência e unificar esforços.

28 de dezembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Reprodução)

Conduzido na semana passada à liderança do PT na Câmara, o deputado Reginaldo Lopes (MG) defende que o partido faça uma oposição mais dura ao governo Bolsonaro em 2022.

Segundo ele, caberá à legenda aumentar a resistência à atual gestão e unificar esforços com outras siglas da esquerda e centro-esquerda para constituir uma base de sustentação ao ex-presidente Lula caso ele derrote Bolsonaro no próximo ano.

Para o líder petista, 2022 será um ano de resistência e travessia.

”Teremos ainda um ano de Bolsonaro. Precisamos aumentar a resistência, a denúncia e garantir a travessia. Fazer política de reparação de danos, aumentar o diálogo com a sociedade e aumentar a mobilização contra um governo desorganizado e despreparado”, disse o deputado ao Congresso em Foco. ”Vamos aumentar nossa resistência, a denúncia”, reforçou.

Estratégia

Reginaldo Lopes defende que o PT forme uma federação partidária com o PSB, o PV, o PSOL e o PCdoB, conforme negociações em andamento. Com a federação, os integrantes atuarão como se fossem um só partido durante os quatro anos da legislatura.

”Isso será importante. Ao contrário das coligações, que eram meramente aliança eleitoral, agora será uma aliança política e programática. Acho necessário, até porque, na minha opinião, essa será uma reivindicação dos partidos que apoiarão o presidente Lula”, afirmou.

Na avaliação dele, o PT terá também de ceder aos apelos dos aliados

”Cabe ao PT compreender que, do ponto de vista eleitoral, isso é importante para os partidos. Será muito importante para o futuro da esquerda, e para a nitidez programática do governo Lula esse bloco de forças políticas”, acrescentou.

Legado como passaporte à democracia

Um dos primeiros atos da liderança de Reginaldo Lopes será a realização de um seminário com a bancada do PT na Câmara, entre os dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro de 2022. Segundo ele, além de resistir, o partido terá de resgatar seu lado, apontando para o futuro, e se preparar para uma transição democrática caso vença a eleição presidencial.

”O nosso legado é o nosso grande passaporte para voltarmos à Presidência da República. É o ganho real, a política de proteção social federativa, os planos de obra, o orçamento com aumento de investimentos, as obras estruturantes, e não obras feitas por indicações meramente parlamentares”, ressaltou.

Com informações do Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Moro recusa debates com ex-ministros e diz que só aceita se for com Lula

Convite do grupo Prerrogativas quer Moro em debate com ex-ministros da Justiça, mas o ex-ministro de Bolsonaro diz que debate apenas contra o ex-presidente Lula.

19 de janeiro de 2022

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022