fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Nasce o ‘União Brasil’: DEM e PSL aprovam a fusão dos partidos

Filiados do Democratas e do Partido Social Liberal se reuniram separadamente em convenções para deliberar sobre a fusão que deu origem ao União Brasil.

6 de outubro de 2021

Compartilhe

União Brasil terá o maior fundo partidário em 2022 (Foto: Reprodução)

Aquele que será o maior partido político do país, o União Brasil, está a um passo de se formar, pois agora só precisa da aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na manhã desta quarta-feira (6) dirigentes do DEM e do PSL realizaram, separadamente, convenções para validar a fusão, aprovar os programas em comum e decidir quem vai compor a comissão executiva nacional que vai constituir o novo partido.

O presidente do PSL, Luciano Bivar, falou em uma união de inteligências e elogiou a fusão.

”O PSL entendeu que essa fusão poderia harmonizar pensamentos e ideias para que a gente pudesse trazer para a sociedade brasileira um sentimento de união e moral. É uma soma de inteligências. Não adianta você ter partidos isolados, com sentimentos muito mesquinhos”, afirmou Bivar.

Antônio Magalhães Neto, o ACM Neto, presidente do Democratas, comemorou a fusão e frisou que a partir de agora o entendimento deve ser de forma conjunta. O dirigente nacional da sigla pediu para que os filiados tenham paciência quanto ao processo que leva algum tempo até ser concluído.

”O TSE deve levar de dois a três meses e meio para apreciar esse tema. É improvável que o novo partido já esteja constituído legalmente antes do ano que vem (…) a gente estima que no comecinho de 2022. Eu quero trazer uma palavra de tranquilidade a todos aqueles que estiverem envolvidos até aqui (…) que continuem envolvidos em buscar as soluções que sejam boas e positivas para cada estado do nosso país”, disse ACM Neto, destacando que, a partir de agora, o desejo é de que todos pensem e ajam já como União Brasil.

Maior bancada na Câmara

Atualmente o Democratas conta com 28 deputados e seis senadores (incluindo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco/DEM-MG). Já o PSL conta com 54 deputados e uma senadora, Soraya Thronikle (MS). Se considerados os números atuais dos dois partidos, a fusão deixaria o União Brasil com um total de 82 deputados e sete senadores.

Após as convenções separadas, os dois partidos realizam ainda nesta quarta-feira (6) uma convenção conjunta.

No Amazonas

O presidente estadual do PSL no Amazonas, deputado Delegado Pablo, informou ao RealTime1 que a Convenção Provisória Nacional foi montada, tendo como presidente o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) e como secretário-geral o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA).

Pablo disse ainda que o mais importante é que o partido tenha como lema principal a defesa do país.

”É importante que seja organizado um partido em prol do nosso país. Com a união das diferenças é que faremos um Brasil único e forte. Do Amazonas ao Rio Grande do Sul, a união do povo brasileiro será a pauta que vai definir nosso futuro”, concluiu o parlamentar amazonense.

O presidente regional do DEM, Pauderney Avelino, compõe a mesa da convenção, mas ainda não comentou o assunto com o RealTime1.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima se reúne com agricultores no Ramal do Brasileirinho

Governador conversou com cerca de 1 mil agricultores do ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, onde ouviu demandas do setor primário do Estado.

7 de agosto de 2022

Multidão invade ruas de Maués em apoio à comitiva do PSD e aliados

A comitiva percorreu ruas do município e foi seguida por uma multidão de apoiadores que prestigiaram o lançamento da candidatura de Sidney Leite à reeleição na Câmara.

7 de agosto de 2022

Bolsonaro paga R$ 89 milhões em campanhas que elogiam sua gestão

Três campanhas institucionais são as mais caras pagas pelo Governo Bolsonaro. 60% do valor gasto até o momento é com ênfase nas redes sociais.

7 de agosto de 2022

Campanha de Lula quer Petrobras fora de privatização e ações da Eletrobras

Proposta da campanha de Lula inclui ainda a fusão da Petrobras com a Eletrobras criando uma estatal da energia. Assessores veem erros nas privatizações de Bolsonaro.

7 de agosto de 2022

Ambev pode sair do Amazonas e causar desemprego, alerta senador

Omar Aziz alertou que decretos de redução do IPI de concentrados ameaçam empregos em Maués, pois a Ambev, que compra guaraná do município; pode sair do Amazonas.

7 de agosto de 2022

Michelle Bolsonaro diz em culto que Planalto já foi ‘consagrado a demônios’

Michelle Bolsonaro reforça aspecto evangélico da campanha de Bolsonaro e tenta diminuir rejeição do presidente junto ao eleitorado das mulheres.

7 de agosto de 2022

1º debate com candidatos ao Governo do AM acontece neste domingo

Band Amazonas mantém tradição com debate e com o formato, anunciando o fim do botão de tempo que era administrado pelos próprios candidatos.

7 de agosto de 2022

Mais de 23 milhões de eleitores estão aptos a votar voluntariamente

A Constituição Federal estabelece o voto facultativo, ou seja, opcional, para os jovens de 16 e 17 anos de idade; pessoas com 70 anos ou mais e também para analfabetos.

7 de agosto de 2022