fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Milton Ribeiro deixa oficialmente o MEC após escândalo com pastores

MIlton Ribeiro pediu a sua saída do Governo Federal após áudios vazados mostrarem ele favorecendo repasses de verbas por indicação de pastores a pedido de Jair Bolsonaro.

28 de março de 2022

Compartilhe

Milton Ribeiro disse em carta de demissão que saída do MEC ajudará a provar sua inocência (Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Quarto ministro da Educação do Governo Jair Bolsonaro a deixar a pasta, Milton Ribeiro, teve o seu desligamento oficialmente publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (28). Ribeiro cai após vazamentos de áudios onde ele diz liberar verbas da Educação por indicação de dois pastores a pedido de Bolsonaro.

Milton Ribeiro pediu exoneração nesta segunda após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro. Na carta de demissão ele escreveu : “jamais realizou um único ato de gestão na pasta que não fosse pautado pela correção, pela probidade e pelo compromisso com o erário” e que pediu para deixar o cargo para que “não paire nenhuma incerteza sobre a minha conduta e a do Governo Federal”.

“Não me despedirei, direi um até breve, pois depois de demonstrada minha inocência estarei de volta”, diz ainda no encerramento da carta o ex-ministro.

Os pastores citados por Milton no áudio como influenciadores na liberação de verbas da Educação são Gilmar Santos, presidente da Convenção Nacional de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Brasil Cristo Para Todos (Conimadb), e Arilton Moura, ligado à Assembleia de Deus.

Na semana passada, a Procuradoria Geral da República (PGR) pediu que a Polícia Federal (PF) abrisse investigação sobre o caso, o que foi autorizado pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia.

Da Redação com informações do G1

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Péricles minimiza destituição de cargo de Marcelo: ‘problema do Congresso’

O deputado Delegado Péricles, que agora integra o partido de Jair Bolsonaro, o PL, minimizou os efeitos da destituição de Marcelo Ramos (PSD) da vice-liderança da Câmara.

27 de maio de 2022

Pré-candidato do PL reconhece ‘deslizes’ do Governo Bolsonaro

O Delegado Costa e Silva, pré-candidato a deputado federal pelo PL, mesmo partido de Bolsonaro, falou ao RealTime1 sobre os planos para chegar à Câmara dos Deputados.

27 de maio de 2022

Omar diz que Amazonas precisa voltar a investir em programas sociais

A declaração do senador - que concorre à reeleição - aconteceu durante a prestação de contas que ele fez na noite desta quinta-feira (26), nas zonas Leste e Sul de Manaus.

27 de maio de 2022

Eleição Geral testará lei que combate violência política contra a mulher

Para acompanhar emprego da lei no pleito de outubro, o Comitê de Combate a Corrupção e Caixa 2 Eleitoral criou o grupo de mulheres de combate à violência política de gênero.

27 de maio de 2022

Bolsonaro adia live em dia de derrota nas pesquisas para Lula nos dois turnos

Bolsonaro estabiliza e Lula cresce em nova pesquisa Datafolha divulgada no dia que o presidente adia tradicional live de quinta-feira para falar com apoiadores .

26 de maio de 2022

Datafolha: cresce diferença entre Lula e Bolsonaro para o segundo turno

Pesquisa do Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que Lula tem 58% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Bolsonaro chega a 33%

26 de maio de 2022

TSE aprova federação partidária do PSol com o Rede Sustentabilidade

PSol e Rede formalizam federação no TSE no mesmo dia que o PSDB e Cidadania e agora as legendas devem manter unidade política pelos próximos quatro anos.

26 de maio de 2022

‘Criar municípios é política de pão e circo’, diz cientista político

Para Carlos Santiago, discurso de criar novos municípios, às vésperas das eleições, para sanar o problema de comunidades que sofrem descaso e miséria, não é melhor caminho.

26 de maio de 2022