fbpx

terça, 07 de dezembro de 2021

Mercado de carbono: Partidos entram com requerimento para aprovar PL

Proposta do vice-presidente da Câmara que regula mercado de carbono tem apoio de líderes no Congresso. Ramos afirmou que há chances de a proposta ser apreciada nesta semana.

1 de novembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Reprodução)

De autoria do deputado Evair de Melo (PP-ES), requerimento de urgência subscrito pelo MDB, PSD, PP, DEM, PSDB, PSB, PT e PSL busca aprovar, nos próximos dias, o projeto de Lei 528/21, que cria o mercado regulado de carbono brasileiro. Aprovado o requerimento, o PL poderá ser votado diretamente no plenário da Câmara, o que agilizaria a sua tramitação.

“O fato de termos preservado mais do que o mundo no passado deve ser reconhecido, mas não nos permite seguir desmatando emitindo mais carbono. Não estamos na COP para revisar o passado e, sim, colaborar para que o planeta seja saudável e habitável no presente e no futuro. Mais do que intenções, o mundo espera gestos concretos”, diz o autor do projeto, o vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM).

Ramos afirmou que há chances de a proposta ser apreciada nesta quarta ou na quinta-feira (3 ou 4/11). Dezoito governadores, lideranças políticas, setores da indústria, incluindo o agronegócio, e embaixadores já manifestaram desejo de que o PL seja aprovado durante a COP-26. Para que o País leva à conferência um gesto concreto da disposição de cumprir as metas de redução de emissão de gases de efeito estufa e do desmatamento ilegal.

“Diante deste cenário de emergência global, o Brasil e a Amazônia, minha região, podem ser parte da solução – temos a maior floresta tropical do mundo, com grande capacidade de sequestrar carbono e retardar os efeitos extremos das mudanças climáticas,” revelou Marcelo Ramos.

Segundo ele, o projeto tem um mecanismo de compensação financeira às populações tradicionais, guardiãs da floresta que gerou o crédito de carbono. Ao mesmo tempo, revela Ramos, o PL busca valorizar a floresta em pé, e confronta a ideia de que esta só gera riquezas derrubada.

Mercado pujante – Dono do maior ativo ambiental do planeta – a floresta tropical conservada, o Brasil pouco recebe em créditos por não estar inserido nesse mercado, que em 2019 movimentou US$ 45 bilhões ao redor do mundo. Estudo do Cebdes – Centro Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, o potencial de ganhos líquidos para o Brasil com a venda de créditos de carbono pode ficar entre 16 bilhões de dólares e 72 bilhões de dólares anuais em 2030.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Omar critica liberação de garimpo em áreas indígenas no Amazonas

Decisão de liberar projetos de mineração em São Gabriel da Cachoeira foi tomada pelo chefe do GSI, Augusto Heleno, e alvo de críticas do senador Omar Aziz.

6 de dezembro de 2021

Cadastro Nacional vai reunir informações de pessoas condenadas por pedofilia

Os dados serão levantados pelo Conselho Nacional de Justiça. Entre os crimes estão estupro de vulnerável; corrupção de menores; exploração sexual de criança ou adolescentes.

6 de dezembro de 2021

Após tramitação relâmpago, vereadores aprovam Secretaria de Segurança

A criação de 68 cargos para o funcionamento da Segurança Pública gerou críticas dos vereadores Amom Mandel e Rodrigo Guedes. Governistas defenderam a criação dos cargos.

6 de dezembro de 2021

Vitória de Keitton em Coari aumenta poder de fogo dos Pinheiros em 2022

Eleição de Keitton Pinheiro ajuda a 'turbinar' as candidaturas de Adail Pinheiro Filho para deputado federal e de Mayara Pinheiro para permanência da sua vaga na Assembleia.

6 de dezembro de 2021

Absorventes e fundão eleitoral: Congresso analisa vetos de Bolsonaro

Congresso Nacional analisa, nesta terça-feira (7), os vetos do presidente ao fundão eleitoral de R$ 5 bilhões e a distribuição de absorventes para estudantes de baixa renda.

6 de dezembro de 2021

Em novo pacote de projetos de lei, Governo garante pagamento de datas-bases

A reestruturação da Lei 3.510 era esperada há décadas. Com ela, é possível a atualização salarial de vencimento e gratificações. A correção era esperada por 1987 servidores.

6 de dezembro de 2021

Bolsonaro quer Governo Federal decidindo sobre passaporte da vacina

Uma MP assinada por Bolsonaro teria o poder de alterar imediatamente essa lei, interferindo na autonomia de Estados e municípios, mas poderia ser rejeitada pelo Congresso.

6 de dezembro de 2021

General Heleno autoriza avanço de garimpo em áreas preservadas da Amazônia

Ministro Augusto Heleno do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) permitiu sete projetos de pesquisa de ouro em região na fronteira, ato inédito nos últimos dez anos.

6 de dezembro de 2021