fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Luís Valois critica postura militante de Moro: ‘é pago para ser imparcial’

Titular da Vara de Execuções Penais, Luís Carlos Valois usou suas redes sociais para escrutinar comportamento do pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sérgio Moro.

29 de dezembro de 2021

Compartilhe

Por conta das evidências reveladas que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu declarar Sérgio Moro parcial ao condenar Lula em processos relativos a Lava Jato (Foto: Reprodução)

O juiz Luís Carlos Valois usou as redes sociais, ontem (28), para criticar o pré-candidato à presidência da República, o ex-juiz e ex-ministro do Governo Bolsonaro, Sérgio Moro.

Valois compartilhou a publicação em que o ex-juiz afirma que “lutou contra a corrupção como ninguém jamais havia feito”.

“Pergunta que não quer calar. O concurso que ele fez foi para lutar contra algo ou para julgar imparcialmente fatos?”, questionou Luís Valois.

Luís Valois é juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Em uma outra rede social, o juiz penal desaprovou a postura militante de Sérgio Moro.

Valois afirmou que sociedade não paga o salário do juiz para ele lutar contra o crime ou contra qualquer coisa nas suas decisões, mas para julgar fatos de forma imparcial.

“O juiz pode lutar contra o que ele quiser em termos de política pública, mas como cidadão, como juiz deve ao menos tentar ser imparcial e, no caso do juiz penal, imparcial entre o acusado de um crime e a sociedade que o acusa por intermédio do Ministério Público”, postou.

A série de reportagem ‘Vaza Jato’ revelou que Sérgio Moro e os procuradores membros do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná se reuniram para combinar estratégia de acusação e sentenças.

Por conta das evidências reveladas que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu declarar Sérgio Moro parcial ao condenar Lula em processos relativos a Lava Jato.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

27 de janeiro de 2022

‘Livre da Covid e de volta ao trabalho’, anuncia David Almeida

O prefeito de Manaus havia anunciado que estava infectado pelo coronavírus no dia 22 de janeiro. Hoje, pelas redes sociais, disse estar curado, dando destaque à vacinação.

27 de janeiro de 2022

Wilson Lima investe R$ 453 milhões em asfaltamento de ramais no AM

Na manhã desta quinta-feira (27), governador do Amazonas reinaugurou o ramal da Cachoeira do Castanho; atual gestão já recuperou 100 quilômetros de ramais.

27 de janeiro de 2022

XP/Ipespe coloca Lula 20 pontos percentuais à frente de Bolsonaro

Lula registrou 44% das intenções de votos. Na terceira posição, aparecem empatados na pesquisa com 8% o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

27 de janeiro de 2022

Ida de Moro ao União Brasil facilita vida de filiados do Podemos no AM

Presidenciável estuda se filiar ao União Brasil e assim facilitar a vida dos filiados do Podemos no Amazonas, que poderão apoiar livremente Bolsonaro e ter mais recursos.

27 de janeiro de 2022

Câmara de Manaus vai desembolsar mais de meio milhão para limpar carpetes

Os trabalhos legislativos em 2022 ainda nem começaram, mas os contratos expressivos da CMM em 2021, assinados por David Reis, seguem aparecendo no Diário Oficial da Casa.

27 de janeiro de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Arthur e Plínio evitam choque, mas corda entre os dois vai esticar

Questionados sobre para qual cargo vão concorrer em 2022, Arthur Neto e Plínio Valério não disseram aonde vão fincar seus esforços pois aguardam as definições partidárias.

27 de janeiro de 2022