fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Lei da Utilidade Pública precisa de revisão, diz cientista político

Organizações e associações que usarem mal ou desviarem recursos públicos não poderão perder o título de utilidade pública, conforme lei aprovada na Aleam.

13 de junho de 2021

Compartilhe

Associação de Deputados e Ex-Deputados é uma das beneficiadas pela nova lei que regula a concessão de títulos de utilidade pública (Foto: Divulgação)

Associação, sociedades e fundações declaradas como de “Utilidade Pública”, que utilizarem recursos públicos sem dar a devida finalidade ou que realizarem desvios destes recursos, não poderão mais ter seus títulos cassados pelo Estado. É o que prevê a lei 5.486/2021, publicada na edição desta quinta-feira (10) do Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

A nova regra de autoria do deputado Fausto Junior (MDB) tem como principal finalidade conceder à Associação de Ex-deputados e Deputados Estaduais (Adeam) o título de Utilidade Pública, permitindo que a instituição possa assim receber recursos públicos, destinados inclusive pelos próprios parlamentares por meio de emendas impositivas.

Cientista político prevê uso inapropriado

O problema, porém, está na revogação do inciso primeiro do artigo 2º e 5º, parágrafo único, da lei 86, de 4 de dezembro de 1963 que legisla sobre a atribuição desses benefícios. A lei retira do Executivo possibilidade de requerer a cassação da denominação e vincula exclusivamente essa responsabilidade ao Legislativo.

Essa regulamentação pode então abrir um maior precedente para que os deputados legislem em causa própria. Na avaliação do advogado e cientista político Carlos Santigo a norma precisa de uma redação para atualização ampla dos critérios para a atribuição de utilidade pública.

“Era um ato unilateral do Poder Executivo. A lei 86, de 4 de dezembro de 1963 está desatualizada, precisa de uma nova legislação para disciplinar a concessão de Utilidade Pública, até mais rigorosa, destacando também o Poder Legislativo como autor de lei de utilidade pública e competente ainda para revogar a concessão”, destacou.

Texto: Giovanna Marinho

Leia Mais:


Leia mais sobre Política

‘Não desisti, mas está muito difícil’, diz Plínio sobre candidatura ao Governo

O senador Plínio Valério (PSDB) afirmou que nos próximos dias deve tomar a decisão final se premanece como pré-candidato ao Governo do Amazonas até as convenções partidárias.

26 de maio de 2022

TSE aprova federação entre PSDB e Cidadania; partidos ficam juntos por 4 anos

Criado para salvar partidos pequenos, a federação pode facilitar a eleição de quadros a cargos proporcionais, como é o caso dos deputados federais.

26 de maio de 2022

Plínio questiona programa de demissões do Banco da Amazônia

De acordo com o senador, a situação desses profissionais tende a se agravar ainda mais diante da crise social e econômica que o País atravessa, provocada pela pandemia.

26 de maio de 2022

Câmara pode votar sobre venda direta de etanol aos postos de combustíveis

A Medida Provisória 1100/22 faz ajustes na tributação da comercialização de etanol para viabilizar a venda direta do combustível dos produtores ao varejo.

26 de maio de 2022

PL aciona Lula e o PT no TSE por campanha eleitoral antecipada

O PL questiona atos pró-Lula em eventos da CUT e do PSol onde teria havido infração eleitoral, já que a pré-campanha veda pedido explicito de votos e ataque a adversários.

26 de maio de 2022

Tribunal dos Povos encerra julgamento de Bolsonaro e sentença sai em julho

Tribunal internacional julga Bolsonaro por crimes contra a humanidade por meio dos atos do governo em relação à pandemia e os efeitos dela sobre os povos indígenas do País.

26 de maio de 2022

Ministério Público do AM investiga compra de combustíveis em Humaitá

MPAM iniciou apuração de irregularidades na compra de combustíveis e derivados pela Prefeitura de Humaitá após denúncia formalizada por cidadão do município.

26 de maio de 2022

Saiba quem é Simone Tebet, aposta para terceira via nas eleições presidenciais

Senadora escolhida pelo MDB para ser a candidata da terceira via na corrida à Presidência da República, Simone Tebet têm experiência no parlamento e no executivo.

26 de maio de 2022