fbpx

sexta, 05 de maro de 2021

Indignado, David diz que Ministério Público agiu arbitrariamente

Após MPE solicitar à Justiça sua prisão preventiva, o prefeito emitiu nota em que afirmou estar profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária de membros do MPE.

27 de janeiro de 2021

Compartilhe

Para MPE, David Almeida e outros servidores devem ser presos. (Foto:Divulgação)

A vacinação contra a covid-19 em Manaus ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (27), e mantém o tom de novela dramática, devido às reviravoltas no processo de vacinação e aos índices de internações e óbitos em virtude da pandemia na cidade.

Após o episódio das médicas que foram acusadas de furarem a fila e de falhas na lista com nomes de vacinados, o caso foi parar na justiça e hoje o Ministério Público do Estado do Amazonas chegou a pedir a prisão preventiva do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e da secretária Municipal de Saúde, Shadia Hussami Hauache Fraxe.

O prefeito David Almeida emitiu nota em que afirmou estar profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária de membros do Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

Medidas cabíveis

Ainda segundo o texto enviado à imprensa, o MPE agiu em descompasso com o histórico de atuação institucional do Parquet, informa que ingressará com as medidas cabíveis contra os responsáveis.

David ainda afirma que a medida cautelar foi rejeitada pelo Poder Judiciário estadual, de forma correta, principalmente por não ter havido qualquer ato realizado pelo prefeito.

O desembargador plantonista José Hamilton Saraiva dos Santos, que declarou a incompetência da Justiça Estadual para o processamento e julgamento da ação e encaminhou o caso para o Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF1),

O Ministério Público do Estado (MPE-AM) emitiu nota afirmando que vai recorrer da decisão judicial.

Da Redação

Leia Mais:


Leia mais sobre Política

Amazonas foi incluído por engano em operação da Polícia Federal

Ao contrário do que foi veiculado em diversos veículos de comunicação, a Operação Quarta Parcela, deflagrada pela Polícia Federal (PF), não incluiu o Amazonas.

4 de março de 2021

REALTIME1 entrevista Marco Freitas, o terceiro candidato a reitor da Ufam

O professor Marco Antônio de Freitas é o atual diretor da Faculdade de Ciências Agrárias e concorre a reitor em parceria com o professor Raimundo Passos

4 de março de 2021

Cheia deverá afetar até 406 mil pessoas em 19 municípios Amazonas

Representantes da Defesa Civil do Amazonas apresentaram na ALE-AM as ações para conter os danos da cheia dos rios que deve atingir ao menos 19 municípios do Estado.

4 de março de 2021

Reunião com empresários acende expectativa de mais flexibilização

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

4 de março de 2021

Prefeito envia PL à Câmara pedindo suspensão de feriados de 2021

Esse PL concede ao prefeito David Almeida (Avante) a prerrogativa de decidir sobre a manutenção ou suspensão dos feriados e pontos facultativos que constam do calendário.

4 de março de 2021

Sylvio Puga celebra avanços da Ufam e destaca captação de recursos

Entrevistado pela TVRT1, o atual reitor da Ufam e candidato à reeleição disse que buscará a excelência para a instituição caso siga no cargo de reitor.

3 de março de 2021

Reabertura de salões de beleza: a nova pressão sobre o governo

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

3 de março de 2021

REALTIME1 entrevista o reitor e candidato à reeleição Sylvio Puga

Licenciado do cargo para disputar a consulta feita a comunidade universitária, o professor da Faculdade de Estudos Sociais é o segundo a conceder entrevista ao REALTIME1

3 de março de 2021