fbpx

quinta, 09 de dezembro de 2021

Heinze tem nome incluído na lista de indiciados por Calheiros na CPI

Senador Luiz Carlos Heinze apresentou voto em separado com desinformação sobre tratamento precoce e teve, por isso, o nome incluído no rol dos indiciados.

26 de outubro de 2021

Compartilhe

Luiz Carlos Heinze teve o nome incluído no rol das sugestões de indiciamento por disseminar a desinformação sobre a Covid-19 (Foto: Reprodução)

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) manifestou apoio ao Conselho Federal de Medicina (CFM) pela defesa da autonomia médica durante a pandemia e afirmou que seu relatório inclui centenas de estudos sobre o uso de substâncias no tratamento da Covid-19 feitas, segundo ele, por “cientistas, não charlatões”. 

“São pesquisas em que o Ministério Público e a Procuradoria Geral da República vão se debruçar. Não são factoides, não são narrativas”, apontou.

Omar Aziz (PSD) e Renan Calheiros (MDB-AL) protestaram contra a defesa de Heinze de drogas comprovadamente sem eficácia contra o coronavírus. 

“Depois da declaração do presidente, de que vacina dá Aids, vem isso aí”, criticou Renan, ao acatar a indicação do senador Alessandro Vieira (Cidadania/SE) para sugerir o indicamento de Heinze por disseminar desinformação sobre a pandemia.

Durante a leitura do voto, Luis Carlos Heinze (PP-RS) destacou que o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberaram R$ 30 milhões para a produção de quatro vacinas brasileiras. Para o senador, é uma mudança de paradigma o Brasil passar de importador para produtor e exportador de tecnologia de vacinas. 

“Mas, ao contrário, essa CPI preferiu escutar depoentes com narrativas que não se sustentam”, criticou Heinze.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações da Agência Senado.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Congresso promulga PEC dos precatórios e viabiliza Auxílio Brasil de R$ 400

A promulgação da PEC vai abrir um fôlego orçamentário de R$ 106,1 bilhões para o governo Bolsonaro gastar até R$ 50 bilhões com o pagamento de R$ 400.

8 de dezembro de 2021

Alfredo Nascimento diz não ter espaço para esquerdistas no PL

Nascimento, que é vice presidente do PL, contrariou acordo de Waldemar Costa Neto com Marcelo Ramos e disse que o cargo de vice-presidente é do partido e não do parlamentar.

8 de dezembro de 2021

Câmara aprova convite a general Heleno para explicar garimpo na Amazônia

O convite ao general Heleno vem depois que jornal revelou que ele liberou garimpo em terras indígenas ainda intocadas no interior na região de São Gabriel da Cachoeira.

8 de dezembro de 2021

Pesquisa coloca Lula na primeira colocação no primeiro turno

De acordo com a pesquisa da Genial/Quaest, o ex-presidente Lula tem 46% das intenções de votos, bem próximo de ganhar a eleição já no primeiro turno.

8 de dezembro de 2021

MDB lança Simone Tebet para concorrer à Presidência da República

Senadora pelo Mato Grosso, Simone Tebet fez um discurso criticando o governo de Jair Bolsonaro e enfatizando a necessidade de atenção aos mais vulneráveis do País.

8 de dezembro de 2021

Anulação da licença do Linhão Manaus-Boa Vista é pedida à Justiça

Falta de acordo para o pagamento de compensações aos Waimiris-Atroaris é apontado pelo Ministério Público Federal como grave violação das regras ambientais.

8 de dezembro de 2021

Telefonia na região Norte é tema de audiência na Câmara Federal

Autor do pedido de audiência, o deputado Pablo Oliva diz que precariedade do serviço de telefonia na região deixa as populações em situação de vulnerabilidade social.

8 de dezembro de 2021

Bolsonaro edita MP que cria benefício extraordinário para os pobres

Medida Provisória formaliza o pagamento do Auxílio Brasil já neste mês de dezembro e abre a possibilidade de prorrogação do programa até dezembro do próximo ano.

8 de dezembro de 2021