fbpx

segunda, 15 de agosto de 2022

Guarda Municipal terá granadas e aspersores de gás de pimenta

Casa Militar autorizou a compra, sem licitação, de um lote de granadas de gás lacrimogêneo e aspersores de gás de pimenta para equipar a Guarda Municipal de Manaus.

24 de setembro de 2021

Compartilhe

Granadas de gás lacrimogêneo serão compradas da empresa Condor, a única que fabrica este equipamento no Brasil. (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Manaus deu mais um passo no processo de “militarização” da Guarda Municipal de Manaus, responsável pela vigilância de prédios e logradouros públicos, como praças por exemplo. Nesta sexta-feira (24) o Diário Oficial do Município, referente a quarta-feira, publicou a portaria 033/21 que autoriza a compra de um lote de granadas explosivas lacrimogêneas e aspergidores de gás de pimenta.

A compra, autorizada pela Casa Civil da Prefeitura de Manaus, custará aos cofres públicos R$ 31.1 mil que serão pagos a empresa Condor S/A Industria Química, que é apontada como a única produtora destes equipamentos no Brasil, fato que justifica a dispensa de licitação.

O primeiro passo neste processo de militarização da Guarda Municipal foi dado pela Casa Militar no último dia 15, quando autorizou, igualmente com dispensa de licitação, a compra de um lote de pistolas semiautomáticas com calibre de 9mm pelo preço de R$ 895,7 mil.

O prefeito David Almeida prometeu durante a campanha eleitoral do ano passado armar a Guarda Municipal com vistas a reduzir a violência nos espaços de propriedade da prefeitura. Em julho ele anunciou um acordo com o Governo do Estado para receber armamento doado para começar o treinamento dos guardas, que com elas “poderiam derrubar vagabundos”.

As novas armas, adquiridas da empresa Taurus, e os equipamentos de dispersão – granadas de gás lacrimongêneo e spray de pimentas – vão compor o arsenal que os guardas terão para cumprir a promessa do prefeito.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Deputados estaduais que disputam reeleição declaram R$ 24,1 milhões em bens

Adjuto Afonso e Therezinha Ruiz são os mais ricos da Assembleia Legislativa, com R$ 7,1 milhões e R$ 3,4 milhões, respectivamente. Dos 24 deputados, apenas 5 não disputam.

14 de agosto de 2022

Patrimônio de Arthur Neto cresceu 1450% entre 2016 e 2022

Arthur Neto pediu o registro de candidatura ao Senado na sexta-feira e declarou possuir R$ 2,5 milhões em bens. Nas eleições de 2016, o tucano declarou R$160,7 mil.

14 de agosto de 2022

Moraes assume TSE após carreira centralizadora e ligada à política

Moraes é personagem central no noticiário nacional dos últimos anos devido aos inquéritos sob sua responsabilidade que investigam o presidente Jair Bolsonaro e apoiadores.

14 de agosto de 2022

Bolsonaro e Lula travam disputa sobre valor do Auxílio Brasil

Após acusação do petista de que o auxílio tem duração até o fim do ano e de que pretende, se eleito, mantê-lo em 2023, Bolsonaro disse que o benefício será mantido em 2023.

14 de agosto de 2022

Presidenciáveis dão largada na campanha com foco no Sudeste

Região Sudeste concentra 42,6% dos eleitores do país. A dois dias do início da propaganda eleitoral gratuita, Lula se mantém na dianteira, enquanto Bolsonaro cresce.

14 de agosto de 2022

TRE-AM dá nome a cartório eleitoral de indigenista assassinado em Atalaia do Norte

O pleno do TRE-AM reconheceu, por unanimidade, colaboração do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho no Vale do Javari, par a instalação de novas seções eleitorais.

13 de agosto de 2022

Michelle assume protagonismo na marcha para Jesus com evangélicos

Durante a marcha, presidente falou em 'luta contra o comunismo' e convocou população para ato em Copacabana no Sete de Setembro.

13 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

13 de agosto de 2022