fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Governo já trabalha com a volta dos grandes eventos, revela Apolo

Secretário de Estado da Cultura, Marcos Apolo diz que queda no número de casos e avanço da vacinação permitem o início do planejamento da volta dos grandes eventos.

9 de outubro de 2021

Compartilhe

O Festival Folclórico de Parintins não é realizado há dois anos, período da pandemia impediu a aglomeração de público (Foto: Reprodução)

O Governo do Estado já trabalha com a possibilidade da realização de grandes eventos, como: o Auto de Natal no Largo de São Sebastião, em dezembro; o Carnaval de Manaus, em fevereiro; e o Festival Folclórico de Parintins, em junho do próximo ano. A revelação é do Secretário de Estado da Cultura, Marcos Apolo, em entrevista para a editoria de política do RealTime1, nesta sexta-feira (8).

De acordo com Apolo, o governo monitora o número de casos de Covid-19 e a evolução do programa de vacinação no Estado e avalia que se eles se mantiverem no ritmo atual será possível realizar os grandes eventos culturais de grande porte no próximo anos. “Hoje mesmo (8) vamos ter uma reunião do comitê de crise para estabelecer novas diretrizes para o enfrentamento da pandemia, mas a tendência é que teremos sim o Carnaval de Manaus e o festival de Parintins”, afirmou o secretário.

Sobre medidas sanitárias, Marcos Apolo ponderou que “máscaras” são agora naturalmente uma obrigação para o cidadão usar, mas que distribuição de álcool em gel durante o evento e a exigência de que o público esteja vacinado serão atitudes que a secretária vai estabelecer para que os eventos possam ser realizados com segurança sanitária. “Com estas medidas, eu acredito que poderemos pensar em público full (cheio), como dizemos no meio artístico, para estes eventos”, explicou.

Também de acordo com o secretário, o calendário de eventos da SEC já está preparado para o ano que vem e com as dotações orçamentárias para financiá-lo sendo discutidas dentro do governo. Além dos maiores eventos, carnaval de Manaus e boi bumbá, Apolo destacou a realização de festas municipais tradicionais, como o Festival do Peixe Boi (Novo Airão) e Festribal (São Gabriel da Cachoeira), que contam com o apoio da SEC. “Agora reitero, o governo monitora todos os indicadores da Covid, evolução da vacinação. Se algo fora da curva acontecer, tudo isso pode ser repensado”, advertiu.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima se reúne com agricultores no Ramal do Brasileirinho

Governador conversou com cerca de 1 mil agricultores do ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, onde ouviu demandas do setor primário do Estado.

7 de agosto de 2022

Multidão invade ruas de Maués em apoio à comitiva do PSD e aliados

A comitiva percorreu ruas do município e foi seguida por uma multidão de apoiadores que prestigiaram o lançamento da candidatura de Sidney Leite à reeleição na Câmara.

7 de agosto de 2022

Bolsonaro paga R$ 89 milhões em campanhas que elogiam sua gestão

Três campanhas institucionais são as mais caras pagas pelo Governo Bolsonaro. 60% do valor gasto até o momento é com ênfase nas redes sociais.

7 de agosto de 2022

Campanha de Lula quer Petrobras fora de privatização e ações da Eletrobras

Proposta da campanha de Lula inclui ainda a fusão da Petrobras com a Eletrobras criando uma estatal da energia. Assessores veem erros nas privatizações de Bolsonaro.

7 de agosto de 2022

Ambev pode sair do Amazonas e causar desemprego, alerta senador

Omar Aziz alertou que decretos de redução do IPI de concentrados ameaçam empregos em Maués, pois a Ambev, que compra guaraná do município; pode sair do Amazonas.

7 de agosto de 2022

Michelle Bolsonaro diz em culto que Planalto já foi ‘consagrado a demônios’

Michelle Bolsonaro reforça aspecto evangélico da campanha de Bolsonaro e tenta diminuir rejeição do presidente junto ao eleitorado das mulheres.

7 de agosto de 2022

1º debate com candidatos ao Governo do AM acontece neste domingo

Band Amazonas mantém tradição com debate e com o formato, anunciando o fim do botão de tempo que era administrado pelos próprios candidatos.

7 de agosto de 2022

Mais de 23 milhões de eleitores estão aptos a votar voluntariamente

A Constituição Federal estabelece o voto facultativo, ou seja, opcional, para os jovens de 16 e 17 anos de idade; pessoas com 70 anos ou mais e também para analfabetos.

7 de agosto de 2022