fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

Fernando Bezerra confirma Ciro Nogueira como novo chefe da Casa Civil

Líder do governo Bolsonaro no Senado elogiou o senador Ciro Nogueira (PP/PI), que deverá substituir o general Luiz Eduardo Ramos na Casa Civil da Presidência.

21 de julho de 2021

Compartilhe

Senador Ciro Nogueira integra a CPI da Covid e deverá ser substituído no senado pela própria mãe, que é a primeira suplente dele (Foto: Reprodução)

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) confirmou, nesta quarta-feira (21), a ida do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil em substituição ao atual ministro Luiz Eduardo Ramos.

Ainda de acordo com o líder do governo, a escolha visa a melhorar a interlocução do Palácio do Planalto com o Senado, Casa que passou a ser vista com ressalvas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desde a instalação da CPI da Covid.

“Excelente escolha! Tem experiência e é muito articulado no Senado e na Câmara dos Deputados! Certamente vai melhorar a relação do senado com o governo e amplia o apoio do governo!”, avaliou Fernando Bezerra.

Ciro Nogueira assumirá o novo posto na próxima segunda-feira e será substituído no senado pela própria mãe, Eliane e Silva Nogueira Lima, a primeira suplente dele. Ciro Nogueira é membro titular da CPI da Covid e um dado curioso da atuação dele na comissão é que ele foi o oitavo voto dado ao senador Omar Aziz (PSD) na eleição para a presidência.

Escolha de Ciro seria presságio

Interlocutores consideram que a escolha de Bolsonaro também pode ser um indicativo de que o presidente se filiaria ao PP, partido do qual Ciro é presidente. 

Atualmente o PP de Ciro também mantém o controle do orçamento de R$ 11 bilhões de reais, através do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL).

A mudança ministerial se dá antes das sabatinas no Senado da indicação de André Mendonça para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A ida de Ciro para o governo marca também o início de uma minirreforma administrativa sinalizada por Bolsonaro logo no início desta quarta-feira e que inclui o esvaziamento do Ministério da Economia.

Pelo desenho, o ministro Paulo Guedes ficará sem a parte da pasta que cuida do Trabalho. Está será transformada no ministério do Emprego e entregue ao atual ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Onyx Lorenzonni. Ramos então voltaria a essa pasta, que chefiou logo que entrou no governo.

Com informações do Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

CPI atuou ’em todas as angústias do povo brasileiro’ avalia Confúcio

24 de julho de 2021

Bancada gastou R$ 5,2 milhões com verba de gabinete em Brasília

Verba é destinada para a contratação de funcionários diretamente por cada um dos deputados do Amazonas em Brasília ou em escritórios montados no Estado.

24 de julho de 2021

Aleam concede 28 autorizações de viagens no recesso parlamentar

Após o início do recesso parlamentar a Aleam autorizou o pagamento de viagens e diárias para servidores da Casa. Destinos no Sul e Sudeste e Tabatinga foram os preferidos.

23 de julho de 2021

Luis Miranda chora após fim da parceria entre Precisa e Bharat Biotech

Chorando, o deputado Luis Miranda questionou ser chacota dos colegas e estar no conselho de Ética após depoimento à CPI da Covid-19.

23 de julho de 2021

David prorroga ‘Auxílio Manauara’ e amplia para outras 410 famílias

A prorrogação do auxílio será por mais três meses e foi anunciada nesta sexta-feira (23) pelo prefeito de Manaus, David Almeida. Benefício vai comtemplar mais 410 famílias.

23 de julho de 2021

Bi Garcia confirma propostas para ser candidato a vice-governador

Embora esteja focado na administração municipal, o prefeito de Parintins, Bi Garcia, disse que tem avaliado propostas para compor uma chapa como vice-governador nas eleições.

23 de julho de 2021

Deputado quer auxílio para catadores no valor de R$ 275, no AM

Estudo apresentado pelo parlamentar estima que catadores são responsáveis pela coleta de 90% de tudo que é reciclado hoje no país e que a categoria trabalha em meio ao risco.

23 de julho de 2021

Lideranças do DEM e do PP no Amazonas divergem sobre ‘superpartido’

Enquanto Pauderney Avelino (DEM) nega a fusão entre os partidos, Belarmino Lins (PP) não descarta a possibilidade de criação do 'superpartido'.

23 de julho de 2021