fbpx

terça, 21 de setembro de 2021

‘Farsante’, diz Barroso sobre Bolsonaro ao comentar discurso presidencial

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral afirmou, no início da sessão desta quinta-feira, que o presidente vive de retóricas vazias e que o povo já sabe quem é o farsante.

9 de setembro de 2021

Compartilhe

Luís Roberto Barroso fez uma dura resposta aos ataques feitos pelo presidente durante as manifestação chamadas para o Dia da Independência (Foto: Reprodução)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, deu uma resposta dura, nesta quinta-feira (9), aos discursos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nos atos pró-governo e antidemocráticos no 7 de Setembro.

“Todas as pessoas de bem sabem que não houve fraude [nas últimas eleições] e quem é o farsante nessa história”, afirmou Barroso, numa clara referência ao presidente

“O presidente da República repetiu, incessantemente, que teria havido fraude na eleição na qual se elegeu. Disse eu, então, à época, que ele tinha o dever moral de apresentar as provas. Não apresentou. Continuou a repetir a acusação falsa e prometeu apresentar as provas. Após uma live que deverá figurar em qualquer futura antologia de eventos bizarros, foi intimado pelo TSE para cumprir o dever jurídico de apresentar as provas, se as tivesse. Não apresentou”, relembrou o magistrado.

“É tudo retórica vazia. Hoje em dia, salvo os fanáticos (que são cegos pelo radicalismo) e os mercenários (que são cegos pela monetização da mentira), todas as pessoas de bem sabem que não houve fraude e quem é o farsante nessa história”, prosseguiu o ministro da Suprema Corte.

Além de atacar ministros do Supremo Tribunal Federal, de forma especial o ministro Alexandre de Moraes, Bolsonaro discursou na terça-feira contra o sistema eleitoral do país, na qual alegou não fornecer qualquer confiança para os cidadãos, e pediu contagem pública de votos.

Durante a abertura da sessão plenária de julgamento desta quinta-feira, Barroso rebateu todas as alegações do presidente da República sobre o sistema eleitoral e explicou, detalhadamente, os conceitos de populismo, extremismo e autoritarismo. “O slogan para o momento brasileiro, ao contrário do propalado parece ser: ‘Conhecerás a mentira, e a mentira te aprisionará’”, disparou o ministro do STF.

Com informações do portal Metrópoles

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson diz que é inocente e crê em absolvição em processo no STJ

Governador diz que agora terá oportunidade para apresentar defesa e provar que não teve participação no processo de compra de respiradores com valor superfaturado no Amazonas

20 de setembro de 2021

Mais uma: CMM dispensa licitação e contrata materiais de cozinha por R$ 17 mil

Até o dia 1º de setembro, os contratos sem licitação de David Reis na CMM já somavam mais de R$ 4,2 milhões, o que levou o Comitê de Combate à Corrupção a entrar em jogo.

20 de setembro de 2021

Criação da 1ª biblioteca pública virtual de Manaus é aprovada na CMM

Biblioteca Pública Virtual de Manaus Francisco Calheiros homenageia um dos grandes poetas que o Amazonas já teve, o amazonense Francisco Calheiros, que morreu de Covid-19.

20 de setembro de 2021

Pojeto que cria ‘Brechó da Construção’ segue para sanção do prefeito

Os produtos deverão ser recolhidos no local da doação e encaminhados a uma central de distribuição para classificação, armazenamento e entrega aos beneficiários.

20 de setembro de 2021

STJ acata denúncia da PGR, mas mantém Wilson no Governo do Amazonas

O processo envolve a compra de 28 respiradores por mais de R$ 2 milhões durante a segunda onda da Covid-19 no Amazonas. A denúncia conclui que o valor pago foi superfaturado.

20 de setembro de 2021

CMM reage mal à cobrança de oposicionistas contra ‘puxadinho’

Vereadores da base governista do prefeito David Almeida (Avante) na CMM provocaram Rodrigo Guedes e Amom Mandel que conseguiram na Justiça barrar o avanço da obra.

20 de setembro de 2021

Controlador-geral da União: Wagner Rosário depõe à CPI nesta terça

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União terá de responder porque o órgão tinha informações sobre a Precisa Medicamentos, mas não fez nada a respeito.

20 de setembro de 2021

Renan adia entrega do relatório final da CPI da Covid no Senado

Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) revelou que documentos apreendidos na Precisa Medicamentos ainda estão sendo analisados.

20 de setembro de 2021