fbpx

quarta, 17 de agosto de 2022

Ex-assessor de Pazuello é acusado de estupro de vulnerável em Roraima

Airton Cascavel, que tem família em Manaus, é acusado pela mãe de uma adolescente integrante da família dele, mas laudo pericial foi inconclusivo sobre o caso.

24 de setembro de 2021

Compartilhe

Airton Cascavel foi o número 2 do Ministério da Saúde durante a gestão do general Eduardo Pazuello (Foto: Reprodução)

A Justiça de Roraima aceitou denúncia contra o empresário Airton Cascavel, ex-deputado federal e ex-assessor de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde, por suposto estupro de vulnerável. A acusação indica que o crime foi cometido contra uma criança da própria família. Cascavel é muito ligado ao Amazonas, pois parte da família dele mora em Manaus.

No boletim de ocorrência, registrado pela mãe da criança em 14 de setembro no Núcleo de Proteção à Criança e Adolescente (NPCA) de Boa Vista, consta que a criança foi visitar Cascavel nos dias 11 e 12 de setembro e teria voltado para casa “reclamando de dores nas partes íntimas”. A informação foi publicada pelo G1 e pela Rede Amazônica.

A vítima passou por exame de corpo de delito, cujo laudo não comprovou se houve ou não o abuso. “Não é possível negar ou afirmar que a menor foi vítima de ato libidinoso”, diz o documento obtido pela Rede Amazônica.

A defesa de Cascavel afirmou que o empresário é uma “pessoa sem histórico de violência nos quase 40 anos de vida no Estado” e que sempre “dedicou carinho e atenção especial” aos familiares. Para os advogados, a denúncia é caluniosa e foi feita com o propósito de atingir a ele e aos familiares.

Airton Cascavel ocupou o cargo de deputado federal de 1999 a 2003 e, durante a gestão Pazzuelo, foi alçado a “número dois” no Ministério da Saúde. O nome ganhou projeção após ser convocado para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid do Senado Federal, em agosto deste ano, dentro das apurações sobre irregularidades na aquisição de vacinas contra o coronavírus e omissões do governo no combate à pandemia.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações do portal Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Moraes destaca união da Justiça Eleitoral a presidentes dos TREs

O presidente do TSE destacou que é importante que a Justiça Eleitoral tome algumas medidas preventivas em conjunto, e de forma padronizada, antes e no dia da Eleição.

17 de agosto de 2022

Tebet diz que aplausos a Moraes no TSE foram o maior recado a Bolsonaro

Simone Tebet ainda falou que a posse no TSE na noite anterior foi um momento histórico por reunir tantas personalidades do mundo político, em particular os ex-presidentes.

17 de agosto de 2022

De empresários a misses e policiais: 424 nomes disputam vaga na Aleam

Dos 23 partidos que lançaram nomes para Aleam, 10 apostaram em chapa completa, com 25 candidatos. O número de candidaturas deste pleito reduziu em relação às eleições 2018.

17 de agosto de 2022

Wilson faz corpo a corpo com os eleitores na zona Leste de Manaus

O candidato à reeleição irá realizar na tarde de hoje caminhada da Avenida Itaúba encerrando com um bandeiraço na Bola do Produtor para se aproximar do eleitor da capital.

17 de agosto de 2022

Primeira doação para campanha de Eduardo Braga é de R$ 200

O candidato recebeu doação de pessoa física no valor de R$ 200. Confira as regras e os limites de doação em dinheiro ou cessão de bens por eleitor para apoiar campanha.

17 de agosto de 2022

TRE-AM aprova envio de militares para sete municípios do interior

O TRE-AM solicitou tropas federais depois que o comando-geral da Polícia Militar disse não haver contingente para atender os municípios durante a eleição.

17 de agosto de 2022

Jingles de Amazonino, Braga e Wilson apostam em ritmos populares

Jingles de três candidatos têm elementos do axé, arrocha e música de beiradão, variam no tamanho dos versos e apresentam também coreografia para as redes sociais.

17 de agosto de 2022

Nenhum candidato ao Governo registrou gastos do 1º dia de campanha

O limite de gastos no primeiro turno é de R$ 7.115.522,46. No segundo, o valor é de R$ 3.557.761,23, para cada um dos candidatos ao Governo do Amazonas.

17 de agosto de 2022