fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Entrada de Carol Braz no PDT segue em estudo após saída de Hissa

Carol, Meike Farias e Luiz Castro foram convidados pelo presidente Nacional, Carlos Lupi, para disputar eleição pelo PDT, que nesta terça-feira perdeu o presidente regional.

28 de dezembro de 2021

Compartilhe

Carol Braz e Luiz Castro foram convidados pelo PDT para encabeçarem a chapa majoritária do partido na eleição do próximo ano. A resposta virá na primeira semana do ano (Foto: Reprodução)

A Defensora Pública Carol Braz colocou o pé no freio no processo de filiação ao PDT após o anúncio da saída de Hissa Abrahão da presidência do Diretório Regional, nesta terça-feira (28). Convidada pelo presidente nacional do partido, Calos Lupi, ela decide até a primeira semana de janeiro se aceita disputar o Governo do Estado na eleição do próximo ano pela sigla pedetista.

Outra possibilidade estudada pela defensora é o ingresso no PSDB, que deseja uma mulher para disputar o posto e já tem em seus quadros o vice-governador Carlos Alberto Almeida, que é muito próximo de Carol Braz, a indicando para o secretariado de Wilson Lima (PSC) em 2019.

Pessoas próximas a defensora disseram que o convite para ela disputar o governo pelo PDT foi feito diretamente por Lupi após um almoço em Manaus, no início de dezembro.

“O nome dela chegou ao Lupi por meio do Stones (Machado, militante). Ele [Lupi] veio a Manaus e a conversa foi boa. O Hissa não teve participação nesse processo”, disse uma fonte, que colocou no mesmo processo o nome do jornalista Meike Farias, convidado a ser candidato a deputado federal.

Outro viés avaliado pela defensora pública é a filiação ao Podemos. Mas, neste partido, Carol disputaria a única vaga que há para o Senado em 2022.

Uns saem, outros entram…

Hissa afirmou que deixa a presidência do PDT-AM, após quatro anos, para cuidar da campanha dele para deputado federal, mas não está descartada uma troca de partido. Um dirigente da Executiva Nacional vai ficar no lugar dele até a escolha de um quadro local para tocar a eleição.

A saída de Hissa da presidência do PDT-AM ainda fortalece o deputado estadual Adjuto Afonso, que sempre defendeu a tese de que o comandante do partido não deveria ser candidato a cargos eletivos pois sempre restaria a dúvida de que “esteja puxando a brasa para a sardinha dele”.

“Foi uma decisão acertada, pois o presidente tem que ser o coordenador de todas as candidaturas, principalmente numa eleição que terá regras novas e com mais dificuldades para o partido cumprir”, defendeu Adjuto.

Outro que estuda o ingresso no PDT é o ex-deputado estadual Luiz Castro (REDE), que foi convidado a disputar uma vaga no Senado Federal. A situação dele é semelhante a de Carol Braz e a entrada no partido ainda depende dos desdobramentos da saída de Hissa, agora ex-presidente do Diretório Regional.

“Estou afastado de atividades políticas e públicas há mais de 2 anos, ainda não decidi sobre o pleito de 2022. Mas agradeço desde já as pessoas que tem manifestado sua confiança em mim”, escreveu, hoje (28), Luiz Castro nas redes sociais.

Texto: Gerson Severo Dantas
Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Prefeito de Manaus, David Almeida, testa positivo para Covid-19

Esta é a segunda vez que David Almeida (Avante) foi diagnosticado com Covid-19. A primeira foi em setembro de 2020, durante a pré-campanha para prefeito de Manaus.

22 de janeiro de 2022

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoques

Remessa emergencial de vacinas para crianças será enviada a estados com estoques abaixo das 40 mil doses. Segundo o Ministério da Saúde, doze estados estão nessa situação.

22 de janeiro de 2022

‘De novo’: Bolsonaro minimiza números de mortes de crianças por Covid

Bolsonaro voltou a citar remédios sem eficácia comprovada contra o coronavírus e disse que o número de mortes de crianças pela doença foram insignificantes.

22 de janeiro de 2022

Ministério da Saúde prorroga contrato do Programa Mais Médicos em Manaus

O contrato seria encerrado no final deste mês, mas foi prorrogado a pedido da Prefeitura por conta do aumento dos atendimentos por Covid-19 e outras síndromes respiratórias.

22 de janeiro de 2022

Em Manaus, Queiroga defende vacinação mas critica passaporte vacinal

Marcelo Queiroga pediu esforço dos estados para aumentar os níveis de vacinação, mas criticou a adoção do passaporte vacinal ao dizer que o documento não ampliaria os números

22 de janeiro de 2022

Ciro diz que falhas do PT são responsáveis pela vitória de Bolsonaro

Na sua avaliação, os presidentes do PT não diferem de Bolsonaro em suas agendas econômicas, criticadas por não estabelecer políticas de tributação de grandes fortunas.

22 de janeiro de 2022

Enchente 2022: Governo do Estado institui Grupo de Ações Coordenadas

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros.

22 de janeiro de 2022

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias atacam publicamente os irmãos Weintraub

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias trocaram farpas nas redes sociais com os irmãos Weintraub, agora ex-aliados do presidente Jair Bolsonaro e que estão de volta ao País.

22 de janeiro de 2022