fbpx

quinta, 21 de outubro de 2021

Enchente: Governo prevê anistia a dívidas de produtores com Afeam

Projeto de anistia a ser enviado à Aleam contempla produtores que foram atingidos pela enchente nas calhas dos rios Purus, Juruá e Madeira.

27 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Wilson Lima anunciou anistia em visita a Eirunepé (Foto: Divulgação/Secom)

Em viagem a municípios afetados pela cheia nas calhas dos rios Juruá e Purus, nesta sexta-feira (26), o governador Wilson Lima anunciou que vai encaminhar à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) projeto de lei para conceder, a produtores e empreendedores com financiamento na Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), anistia total ou parcial de dívidas. O projeto contempla aqueles que tiveram suas atividades produtivas afetadas pela enchente.

O anúncio foi feito pelo governador durante visita a Eirunepé (a 1.160 quilômetros de Manaus). Até este sábado (27), Wilson Lima visita também Boca do Acre, Pauini, Guajará e Envira, municípios que já sentem os efeitos da cheia dos rios neste ano.

Projeto de anistia na próxima semana

O PL a ser enviado para a Aleam, até a próxima semana, vai contemplar anistia a empreendedores e produtores dos municípios das calhas dos rios Purus, Juruá e Madeira, que se encontram em “Estado de Emergência”, decretado pelas prefeituras municipais.

“Vamos mandar uma mensagem para a Assembleia Legislativa para anistiar aquelas pessoas que têm operação de crédito com a Afeam, de até R$ 21 mil. E também estamos liberando R$ 10 milhões para essas duas calhas (Juruá e Madeira), voltadas para o microcrédito, que é de R$ 2 mil. Não precisa garantia e tem uma carência de até seis meses para que essa pessoa comece a pagar essas parcelas”, ressaltou Wilson Lima.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

5 de dezembro: coarienses definirão quem vai controlar 2º maior orçamento do AM

Eleição suplementar em Coari vai escolher quem comandará o segundo maior orçamento do estado. Adail Filho aposta no nome do primo para sua sucessão.

21 de outubro de 2021

Proxalutamida rende indiciamento para médico que coordenou pesquisa

Flavio Cadegiani é acusado de crimes contra a humanidade por conduzir o estudo com proxalutamida no hospital Samel, em Manaus, e no Hospital da Brigada Militar do RS.

21 de outubro de 2021

Deputados adiam votação sobre prazo de editais e concurso da PM

Depois de uma longa sessão, projetos de Lei sobre o ingresso na PM e sobre a lei geral de concursos que estabelece mudanças no prazo dos editais ficou para semana que vem.

21 de outubro de 2021

Bancada do AM dividida na votação da PEC que altera Conselho do MP

Bancada do Amazonas na Câmara ficou dividida durante votação da PEC que altera a composição do Conselho do Ministério Público e que pode interferir na autonomia do órgão.

21 de outubro de 2021

Átila Lins e Delegado Pablo não respondem se tomaram vacina contra Covid

Portal questionou Átila Lins e Delegado Pablo sobre vacinação, mas os dois parlamentares não responderam nem que sim ou não. Câmara retoma trabalhos na próxima segunda.

21 de outubro de 2021

PL que reduz emissões é aprovado sob desconfiança de ambientalistas

Projeto de Lei aprovado no Senado adianta em cinco anos o cumprimento das metas assumidas pelo Governo Federal para a redução das emissões de carbono.

21 de outubro de 2021

Guedes defende reforma para que IR seja fonte do Auxílio Brasil de R$ 400

O ministro sugeriu, inclusive, uma mudança na política do teto de gastos. Para ele, porém, a decisão sobre uma antecipação da revisão será política.

21 de outubro de 2021

Prefeita de Presidente Figueiredo decreta emergência e facilita contratos

Patrícia Lopes decretou situação de emergência no município de Presidente Figueiredo e, com isso, abriu aval para a Prefeitura realizar contratos com dispensa de licitações.

21 de outubro de 2021