fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Dias Toffoli relatará ADIN do PTB contra decisão do governo do AM

Partido, que já integrou a base aliada do governador Wilson Lima, questiona no Supremo Tribunal Federal decisão de cobrar apresentação do passaporte vacinal no Amazonas.

10 de dezembro de 2021

Compartilhe

Passaporte de vacinação passou a ser cobrado em diversos países do mundo, mas enfrenta a resistência do presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Reprodução)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli foi escolhido por sorteio, realizado nesta sexta-feira (10), o relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade apresentada pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) contra as decisões dos governos do Amazonas, Paraíba, Rio Grande do Sul, Pará, Espírito Santo, Bahia e a prefeitura do Município do Rio de Janeiro. de exigir o passaporte de vacinas para o ingresso de pessoas em locais públicos.

Na ADIN, o PTB alega que cobrar o passaporte de vacinas viola direitos fundamentais, como o de ir e vir livremente e de trabalhar. “A imposição por governadores de comprovação de vacinação para ingresso em locais públicos e privados, sem que tenha sido decretado estado de defesa ou de sítio pelo presidente da República, é incompatível com a vigente ordem constitucional instaurada com a Constituição Federal de 1988”, sustenta a peça, também assinada por Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, que é advogado.

Com o sorteio feito nesta sexta-feira, Dias Toffoli deverá abrir vistas para o procurador-geral da República, Augusto Aras, e prazo para que o Governo do Amazonas se manifeste sobre o caso.

O PTB integrava a base aliada do governador Wilson Lima (PSC) até o fim de novembro quando Ricardo Luiz Monteiro Francisco foi exonerado do cargo de secretário de Estado de Cidades e Territórios do Amazonas. Francisco é irmão de Roberto Jefferson e assumiu o posto de secretário por indicação direta dele ao governador que agora tem seu ato questionado pela direção petebista.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações das assessorias

Leia mais:

 

Leia mais sobre Política

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

27 de janeiro de 2022

‘Livre da Covid e de volta ao trabalho’, anuncia David Almeida

O prefeito de Manaus havia anunciado que estava infectado pelo coronavírus no dia 22 de janeiro. Hoje, pelas redes sociais, disse estar curado, dando destaque à vacinação.

27 de janeiro de 2022

Wilson Lima investe R$ 453 milhões em asfaltamento de ramais no AM

Na manhã desta quinta-feira (27), governador do Amazonas reinaugurou o ramal da Cachoeira do Castanho; atual gestão já recuperou 100 quilômetros de ramais.

27 de janeiro de 2022

XP/Ipespe coloca Lula 20 pontos percentuais à frente de Bolsonaro

Lula registrou 44% das intenções de votos. Na terceira posição, aparecem empatados na pesquisa com 8% o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

27 de janeiro de 2022

Ida de Moro ao União Brasil facilita vida de filiados do Podemos no AM

Presidenciável estuda se filiar ao União Brasil e assim facilitar a vida dos filiados do Podemos no Amazonas, que poderão apoiar livremente Bolsonaro e ter mais recursos.

27 de janeiro de 2022

Câmara de Manaus vai desembolsar mais de meio milhão para limpar carpetes

Os trabalhos legislativos em 2022 ainda nem começaram, mas os contratos expressivos da CMM em 2021, assinados por David Reis, seguem aparecendo no Diário Oficial da Casa.

27 de janeiro de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Arthur e Plínio evitam choque, mas corda entre os dois vai esticar

Questionados sobre para qual cargo vão concorrer em 2022, Arthur Neto e Plínio Valério não disseram aonde vão fincar seus esforços pois aguardam as definições partidárias.

27 de janeiro de 2022