fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Destaque em 2020, PSOL pode lançar candidatura coletiva de novo

Nas eleições de 2020, o partido apostou em uma modalidade nova em Manaus: a Bancada Coletiva. Com as expressividade de votos, a candidatura deve concorrer no pleito de 2022.

5 de abril de 2021

Compartilhe

Michele foi a representante nas urnas em 2020 e não descartou possível candidatura coletiva com novos rostos (Foto: Reprodução)

Como tem sido de praxe no segmento político se esquivar em falar em Eleições 2022 com a justificativa de “ser muito cedo”, muitos possíveis candidatos evitam confirmar pré-candidaturas. Entre eles está a Bancada Coletiva do PSOL, que recebeu 7.662 mil votos em 2020, mas devido ao quociente eleitoral, não conseguiu abrir vaga na Câmara Municipal de Manaus. No ano que vem, a candidatura deve retornar, mas com alterações.

A Bancada era formada por cinco mulheres que disputavam em uma única vaga na vereança da cidade. A representante nas urnas foi a produtora cultural Michele Andrews, que comentou ao RealTime1 um possível retorno da modalidade para as Eleições de 2022.

De acordo com Michele, após a expressividade de votos que receberam concorrendo pela primeira vez como candidatura compartilhada, os mais de 7.500 votos são um combustível para um possível retorno no ano que vem. No entanto, ela ressaltou que a candidatura de 2020 ficou em 2020.

“A expressiva votação da Bancada Coletiva, que foi uma candidatura com poucos recursos e estrutura partidária pequena, é um indicativo de que a população amazonense continua acreditando em projetos políticos populares, participativos e que possam renovar as opções políticas atuais. É combustível sim, mas como será usado depende de uma conjuntura e de diálogo. Eu não posso falar pela Bancada, porque é importante ressaltar uma coisa: a Bancada Coletiva, essa de 2020, ela acaba junto com a eleição de 2020”, afirmou Michele.

Possíveis outras bancadas

Ela ressaltou que a proposta de candidatura coletiva foi resultado de uma construção política do PSOL Amazonas, e dentro do partido é possível que sejam construídas novas propostas políticas, inclusive de novas bancadas coletivas.

“O PSOL, no momento, está focado em processos políticos internos por conta das eleições da nova diretoria e atuando junto a movimentos sociais no combate aos efeitos da pandemia”, disse.

Como a esquerda no país sempre defende uma frente ampla de partidos, em Manaus não tem sido diferente, do que é comentado nos bastidores da política. Sobre isso, Michele defende mais diálogo de classes.

“Mais do que uma frente ampla de esquerda, precisamos de projetos políticos feitos com diálogo, com foco nas pessoas e não nos grandes detentores de capital”, disse.

Combate à Covid-19

A produtora cultural afirmou que o principal problema que o Amazonas enfrenta atualmente é a pandemia da Covid-19 que trouxe mais desemprego e sequelas em várias gerações.

“Não existe apenas uma proposta para combater esses efeitos, mas sabemos que para controlar essa pandemia precisamos de vacinação, de um sistema de saúde fortalecido, de união e solidariedade para a reconstrução do nosso estado, e é isso que oferecemos para a população do Amazonas, a capacidade de uma fazer uma política com diálogo, e que cuida das pessoas”, disse.

Texto: Milena Soares

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021