fbpx

segunda, 25 de outubro de 2021

De 28 para 35: nova idade limite para ingresso na PM é pauta da Aleam

Serafim Corrêa questionou se a mudança não vai gerar 'um grave problema financeiro para o Estado'. Em resposta, Governo afirma que há um fundo para honrar os custos.

13 de outubro de 2021

Compartilhe

Atualmente uma das regras de ingresso na PM é ter, no mínimo, 18 anos completos e 28 anos no máximo (Foto: Reprodução)

A idade dos interessados em participar do concurso público da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) poderá ser limitada a 35 anos. Isso é o que prevê um Projeto de Lei (PL) enviado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) ampliando a idade máxima de ingresso na corporação. O assunto gera questionamentos sobre uma possível falta de recursos para honrar com o pagamento das aposentadorias dos policiais.

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) disse ao RealTime1 que a proposta desperta alguns questionamentos necessários.

”Passando de 28 para 35 anos e com os militares caindo na reserva aos 54, quem entra com 35 para 54 terá contribuído com 14% durante 19 anos, só que aí ele vai viver 25 ou 30 anos recebendo 100%. Eu quero entender a conta, saber como é que durante 19 anos contribuindo com 14% vão conseguir ser remunerados com 100% durante 25 ou 30 anos. Essa conta não fecha. A Amazonprev foi ouvida? Fizeram essas contas?”, indagou o parlamentar.

O Governo do Estado afirmou que a idade mínima será mantida em 18 anos completos e disse ainda que a proposta se justifica pelo fato de que em outros estados já fixaram a idade máxima para ingresso na corporação em 35 anos, além do fato do Amazonas estar há dez anos sem concurso para a polícia.

”Essa é uma correção histórica que a gente faz, visto que o último certame para a corporação foi realizado em 2011”, defende o governo.

‘Idade avançada para bandidade jovial’

Para o advogado Francys Negrão, o fato do longo tempo sem a realização de concurso não compensa a deficiência da corporação, além disso a manobra poderia causar o que ele chamou de ”confusão jurídica”.

”Por mais que as forças de segurança tenham ficado 10 anos sem um concurso, que é o caso da PM-AM, penso que não é aumentando a idade de ingresso que irá resolver ou compensar essa situação”, analisou.

Francys disse também que iniciar a carreira aos 35 anos não condiz com a necessidade física demandada para o enfrentamento da segurança pública no Amazonas.

”Penso que não é uma ideia aplicável haja vista que para o policiamento de rua, que será a função primordial dos soldados que serão formados. Trinta e cinco anos é uma idade consideravelmente alta, visto que os bandidos infelizmente são jovens”, comparou.

Sem prejuízo ao servidor e sem ônus para a máquina pública

Em nota enviada ao RealTime1, o Governo do Estado informou que a medida amplia a possibilidade para que mais pessoas possam ingressar na carreira militar.

Sobre o aumento da idade-limite de ingresso, o Governo afirmou que essa alteração não trará prejuízo aos futuros servidores aprovados nem vai inviabilizar a futura aposentadoria, já que o tempo de contribuição anterior ao ingresso na corporação poderá ser averbado para esse fim. Assim, o futuro servidor poderá se aposentar na idade limite recebendo valores proporcionais ao tempo de contribuição da Previdência.

Quanto ao possível déficit por conta de um menor tempo de contribuição, o Governo afirmou que o fundo específico para pagamento das inativações e benefícios de pensão por morte dos policiais e bombeiros militares permitirá honrar os pagamentos na eventual insuficiência de recursos.

O concurso anunciado em julho por Wilson Lima faz parte do programa Amazonas Mais Seguro e vai possibilitar a contratação de novos servidores para as forças de segurança, incluindo a Polícia Militar. A previsão é de que o projeto de lei seja votado nesta quinta-feira (14) na Aleam.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Guedes diz confiar na aprovação das reformas administrativa e do IR

Guedes voltou a afirmar a jornalistas que a aprovação da proposta que altera as regras do serviço público civil nos três Poderes resultaria em uma economia de R$ 300 bilhões.

24 de outubro de 2021

Wilson destaca Auxílio Permanente e transporte gratuito para estudantes

O governador do Amazonas anunciou, neste domingo (24), no Aniversário de Manaus, investimentos de R$ 580 milhões na capital e transporte gratuito para estudantes.

24 de outubro de 2021

David exalta investimentos de Wilson em Manaus e alfineta a velha política

Durante solenidade de entrega do Parque Rio Negro, neste domingo (24), o prefeito de Manaus e o governador do amazonas anunciaram novos investimentos para Manaus.

24 de outubro de 2021

Debatedores querem prorrogar prazo de atualização da Lei do Fundeb

Eles defendem que é um processo muito complexo e não há tempo para resolver isso em dez dias, pois há ações de operacionalização do fundo que precisam de ajustes.

24 de outubro de 2021

CAE analisa na terça projetos sobre segurança viária e ajuste fiscal dos estados

Dois projetos, um sobre segurança no trânsito e outro sobre dívidas dos estados, constam da pauta de votação da Comissão de Assuntos Econômicos para esta terça-feira (26).

24 de outubro de 2021

Subcomissão discute rumos da educação após a pandemia na próxima segunda

Subcomissão Temporária para Acompanhamento da Educação na Pandemia vai se reunir todas as segundas-feiras, para discutir o que aconteceu no setor durante a pandemia.

24 de outubro de 2021

Senadores voltam a defender derrubada do veto à distribuição de absorventes

Senadora Simone Tebet (MDB-MS), cobrou a votação urgente do veto parcial ao projeto que garante distribuição gratuita de absorventes para estudantes de baixa renda e mulher.

24 de outubro de 2021

Reta final da CPI tem definição de indiciados, votação e encaminhamento de Relatório

Como não possui poder de punição, último ato da CPI será o encaminhamento do Relatório Final aprovado aos órgãos responsáveis por apresentarem denúncias.

23 de outubro de 2021