fbpx

sábado, 13 de agosto de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Compartilhe

Pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 15 de março (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Mais da metade (56%) dos brasileiros acreditam que professores não devem falar sobre política em sala de aula, segundo pesquisa Datafolha. Apesar disso, mais de 90% dos entrevistados defendem que instituições e professores devem discutir com alunos sobre pobreza, desigualdade social e discriminação racial –temas relacionados à política.

Outros 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados.

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 15 de março com 2.090 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Maioria da população relaciona política ao partidarismo

Maria Braga, doutora em ciência política e professora da Universidade Federal de São Carlos, diz que a aparente contradição ocorre porque grande parte da população relaciona política ao partidarismo e a pautas de costumes.

Para ela, a maior aceitação a temas como pobreza e discriminação se dá por serem assuntos menos sensíveis para os conservadores.

Educação neutra

A pesquisa mostra também que apenas 27% da população conhece o Escola Sem Partido. Criado em 2004, o movimento defende uma educação neutra. O veto à discussão político-partidária e sexual são bandeiras levantadas pelos apoiadores.

As pautas do movimento foram abraçadas por políticos conservadores e inspiraram alguns projetos de lei.

Texto: Gilvan Marques e Bruno Lucca (FolhaPress)

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Carol Braz quer destinar 30% dos cargos do Governo aos jovens

Carol Braz apresentou propostas para o incentivo dos jovens ao primeiro emprego e oferta de cargos comissionados para este público, caso seja eleita governadora.

12 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

12 de agosto de 2022

TSE divulga cálculo para distribuição de tempo no horário eleitoral

Conforme a legislação eleitoral, 90% do tempo total de propaganda são distribuídos proporcionalmente pelo número de deputados. O restante (10%) é dividido igualitariamente. 

12 de agosto de 2022

STF terceiriza para TSE manifestações sobre atos pró-democracia

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, defendeu as urnas eletrônicas, disse que é preciso rejeitar o retrocesso e se opôs às fake news.

12 de agosto de 2022

Novas regras incentivam a eleição de mulheres e negros para a Câmara

Novas regras da reforma eleitoral do ano passado dobram o valor dos votos para mulheres e negros candidatos à Câmara dos Deputados, em Brasília.

12 de agosto de 2022

Chapa Solidariedade-PSB assina carta pela ética e boa governança, no AM

Candidato ao Governo do Amazonas pela Coligação ‘Nós, o Povo’, Ricardo Nicolau assinou a carta junto com a candidata a vice-governadora na chapa, Cristiane Balieiro.

12 de agosto de 2022

4 nomes na disputa ao Senado já pediram o registro de candidatura, no AM

Sete candidatos se apresentam para o cargo de senador do Amazonas, mas, até à tarde desta sexta, três deles ainda não registraram pedido de candidatura no TSE.

12 de agosto de 2022

TSE já recebeu nove registros de candidaturas à Presidência da República

Justiça Eleitoral atualizou os dados de registros das candidaturas à Presidência da República, até esta quinta-feira, com nove chapas que pleiteiam disputar as eleições.

12 de agosto de 2022