fbpx

sexta, 23 de julho de 2021

CPI revela que Pazuello caiu por falta de ‘pixulé’ a membros do Congresso

O deputado Luís Miranda reforçou que a falta do pagamento de suborno à congressistas teria sido a causa da saída do ex-ministro, Eduardo Pazuello, do Ministério da Saúde.

25 de junho de 2021

Compartilhe

Durante o seu depoimento na CPI, Eduardo Pazuello disse que sua saída se deu por 'missão cumprida' (Foto: Reprodução)

Uma suposta conversa entre o deputado Luís Miranda (DEM-DF) e o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello apontou aos senadores na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, na tarde desta sexta-feira (25), o que seria o real motivo para a saída do general da pasta: falta de ‘pixulé’ a membros do Congresso.

Segundo Miranda, a conversa foi realizada durante uma viagem da comitiva do governo em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) para buscar vacinas, no dia 21 de março. Ao comunicar ao ex-ministro sobre as possíveis irregularidades no contrato da Covaxin, o parlamentar afirmou que foi surpreendido por um desabafo do ex-ministro.

“Ele olhou para mim com uma cara de descontentamento e falou assim ‘Luís, eu não duro mais nem uma semana, certeza, eu vou ser exonerado. Eu tenho conhecimento de algumas coisas, tento coibir por eu não compactuar com algumas situações, mas eu vou ser exonerado'”, lembrou o deputado.

Pazuello teria tentado dar andamento nos processos referentes à produção de uma vacina brasileira, mas a ideia teria sido barrada por membros do governo. No dia da conversa, segundo o parlamentar, ainda não haviam indícios de que o ex-ministro seria dispensado do cargo, mas o motivo teria sido a falta de liberação de recursos à congressistas, aos quais Miranda não soube nomear.

“Pessoas muitos poderosas do parlamento falaram para ele que, se ele não soltasse aquelas emenda do fim de ano para um grupo específico, ele estaria fora. Entregaram até uma lista para ele”, reforçou Luís.

Texto: Giovanna Marinho

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Auxílios e soluções tributárias foram destaque na Aleam durante a pandemia

Apesar da baixa quantidade de projetos propostos diretamente pelos parlamentares sobre ajuda financeira, a maioria recebeu celeridade na aprovação na Assembleia Legislativa.

23 de julho de 2021

Wilson Lima quer ‘transformar Amazonas’ com 13 projetos do Educa+

Abrangendo 13 projetos, o Educa+ busca transformar a educação em todos os 62 municípios com o intuito de formar estudantes com pensamentos mais críticos.

23 de julho de 2021

E-mails da Saúde atestam que Manaus serviu como ‘cobaia’ na pandemia

Documentos encaminhados a CPI da Covid mostram que Ministério mandou 11 médicos para Manaus no auge da segunda onda com a missão de disseminar uso do tratamento precoce.

23 de julho de 2021

Joice Hasselman é agredida e recebe solidariedade da bancada feminina

Deputada federal por São Paulo revelou que sofreu um possível 'atentado' enquanto assistia séries de televisão na sala do apartamento funcional onde mora em Brasília.

23 de julho de 2021

Criação de leis relacionadas à pandemia não foi prioridade na Aleam

Mesmo com 12% dos projetos de lei apresentados pelos deputados estaduais tratando de temas relacionados à pandemia, apenas seis deles foram transformados em Lei.

22 de julho de 2021

Flávio Bolsonaro é vacinado no Rio e agradece ao pai ‘negacionista’

Após publicar, em janeiro, post em rede social dizendo que não se vacinaria, filho do presidente foi, nesta quinta-feira, a um posto de saúde e recebeu a dose da AstraZeneca.

22 de julho de 2021

Parceria entre Governo e Infraero vai modernizar aeródromos do AM

Há 13 aeródromos em oito calhas do Amazonas. Haverá a execução de projetos, captação de recursos e fiscalização de obras aeroportuárias no Estado.

22 de julho de 2021

Tenente do Exército fala em ‘meter fogo’ em índios isolados no AM

"Vocês têm de cuidar dos índios isolados, porque senão eu vou, junto com os marubos, meter fogo nos isolados”, disse Henry, durante reunião na aldeia Paulinho.

22 de julho de 2021