fbpx

sexta, 22 de outubro de 2021

CMM aprova Refis municipal para contribuintes inadimplentes

A renegociação vai permitir liquidar o débito fiscal em até 100 parcelas, dependendo do imposto, ou com desconto de 100% em parcela única.

7 de outubro de 2021

Compartilhe

Com o programa, o contribuinte poderá liquidar o débito fiscal em até 100 parcelas, dependendo do imposto, ou com desconto de 100% em parcela única. (Foto: Divulgação)

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou nesta quarta-feira (6) o Programa de Recuperação Fiscal de Manaus (Refis), encaminhado à Casa pela Prefeitura para pagamento dos créditos tributários em atraso, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

O crédito tributário poderá ser parcelado em até 48 parcelas mensais e sucessivas, convertidas em Unidade Fiscal do Município (UFM), no período estabelecido, com redução do valor correspondente à multa e aos juros de mora e à multa por infração.

O Refis concede desconto de multas e juros de mora e de multa por infração à legislação tributária para critérios tributários, cujos fatos geradores tenham ocorrido até 31 de dezembro de 2020.

No caso de multas por Infração a Legislação Tributária os descontos serão de 100% para pagamento à vista ou em até 12 parcelas; 90% de 13 a 24 parcelas; 80% de 25 a 36 parcelas; 70% de 37 a 60 parcelas e 60% de desconto de 61 a 100 parcelas.

A negociação ocorre de duas a 12 parcelas, o desconto será de 90%, caso o pagamento seja de 13 a 24 parcelas o desconto será de 80%; para pagamentos de 25 a 36 parcelas, desconto de 70%; de 37 a 60 parcelas, desconto de 60%.

Para dívidas por infrações de transporte gerenciadas pelo Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), o devedor da obrigação poderá liquidar os débitos com descontos do valor da multa de até 100% no pagamento à vista.

No caso de duas a cinco parcelas o desconto será de 80%; de seis a 10 parcelas desconto de 70%; de 11 a 15 parcelas desconto de 60%; de 16 a 20 parcelas desconto de 50% e de 21 a 24 parcelas desconto de 40%.

Com o programa, o contribuinte poderá liquidar o débito fiscal em até 100 parcelas, dependendo do imposto, ou com desconto de 100% em parcela única.

Da redação, com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Contratos realizados pela ManausCult são questionados por vereador

A dispensa de licitação envolve três empresas. Órgãos de controle e fiscalização foram acionados para investigar contratos da gestão de Alonso Oliveira na ManausCult.

22 de outubro de 2021

Marcelo Ramos é eleito o melhor deputado federal de 2021

Pelo terceiro ano consecutivo, o deputado federal pelo Amazonas e vice-presidente da Câmara dos Deputados esteve entre os premiados da seletiva do Prêmio Congresso em Foco.

22 de outubro de 2021

Após manobra para Auxílio de R$ 400, secretários de Guedes pedem demissão

A decisão ocorre no mesmo dia em que o governo definiu um acordo para rever a regra do teto de gastos em busca de garantir o Auxílio Brasil de R$ 400.

21 de outubro de 2021

Presidente do Senado quer mediar reunião entre estados e Petrobras

Os governadores reclamam que a matéria, que agora precisa passar pela análise do Senado, implica na perda de R$ 24,1 bilhões em arrecadação apenas para os estados.

21 de outubro de 2021

Militares perdem ação no TJAM e vão ter de pagar mais pela previdência

ADIN apresentada pela Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Bombeiros questionava lei que estabelece novas alíquotas de contribuição deles para a previdência.

21 de outubro de 2021

Confira: relatório da CPI não ficou só nas sugestões de indiciamentos

Além do indiciamento de 66 pessoas e duas empresas, relatório de Renan Calheiros propõe 15 projetos de lei, um projeto de lei complementar e uma PEC.

21 de outubro de 2021

Senado avalia projeto que destina 10% das vagas no Sine às mulheres violentadas

Pesquisa encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelou que, em 2020, uma em cada 4 mulheres acima de 16 anos afirmou ter sofrido algum tipo de violência.

21 de outubro de 2021

Semmas seguirá com baixo orçamento pelos próximos quatro anos

Plano Plurianual em análise na Câmara prevê que pasta do Meio Ambiente receberá em média, de 2022 a 2025, somente R$ 17,1 milhões, o menor orçamento dentre as secretárias.

21 de outubro de 2021