fbpx

terça, 26 de janeiro de 2021

Carlinhos Bessa diz que advogado do Simeam precisa estudar mais

O deputado afirmou que “pouquíssimas vezes” o Simeam foi até a Aleam fazer denúncias e que ao contrário do gabinete de outros deputados, o dele nunca foi visitado pelo Sindicato

29 de julho de 2020

Compartilhe

Foto: Divulgação

O deputado estadual Carlinhos Bessa (PV) disse que o advogado responsável em assinar o pedido do Sindicato dos Médicos (Simeam), que pede a anulação da Comissão Especial de Impeachment, precisa estudar mais.

O pronunciamento foi feito durante sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta quarta-feira (29).

O Simeam, que denunciou o governador do Estado Wilson Lima (PSC) e o vice-governador Carlos Almeida (PTB) por crime de responsabilidade protocolou um pedido de ordem na Aleam em que pede a anulação da atual Comissão do Impeachment e que seja realizada uma nova eleição para a escolha dos membros.

O Sindicato coloca em suspeição parlamentares que tiveram os nomes em uma lista que foi encontrada pela Polícia Federal na sede do governo, onde constava a anotação “5%”. Em nota, o sindicato disse que “não dá pra esperar isenção de quem até aqui fez defesa das ações desse governo”.

O Sindicato também disse em nota que não pode esperar um julgamento justo quando “parlamentares possuem parentes dirigindo, ainda que de forma interina, o órgão que hoje é investigado. É como mexer na cena do crime”, disse o Simeam.

O deputado Carlinhos Bessa, porém, fez a leitura da Arguição De Descumprimento De Preceito Fundamental 378, Distrito Federal, do Supremo Tribunal Federal (STF), onde se afirma que não há lacuna legal acerca das hipóteses de impedimento e suspeição dos julgadores.

“Embora o artigo 38 da Lei nº 1.079/1950 preveja a aplicação subsidiária do Código de Processo Penal no processo e julgamento do Presidente da República por crime de responsabilidade, o art. 36 dessa Lei já cuida da matéria, conferindo tratamento especial, ainda que de maneira distinta do Código de Processo Penal”, argumentou o parlamentar.

O deputado estadual continuou o pronunciamento afirmando que “pouquíssimas vezes” o Simeam foi até a Aleam fazer denúncias que, ao contrário do gabinete de outros deputados, o dele nunca foi visitado pelo Sindicato.

“Se é pra arguir suspeição de forma política, vamos ver quem tem ligação com quem aqui. Pra acabar a graça. Então, eu peço respeito”, desafiou o deputado.  

Posicionamentos

A deputada estadual Doutora Mayara (PP) afirmou que, para definir o voto com relação ao processo de impeachment, consultou três juristas que, segundo ele, enxergam com dificuldade o afastamento do vice-governador Carlos Almeida (PTB). A deputada também disse que vai se posicionar sobre o impeachment em momento oportuno.

“Na medida que eu abri mão da vaga na Comissão de Impeachment, eu fiz porque vi que saiu da linha do profissional e foi para o pessoal. Naquele momento, eu achei por bem, não participar do relatório e deixar nas mãos dos deputados que não tiveram seu nome veiculado de forma destorcida pela mídia”, disse.

Texto: Izaías Godinho

Leia Mais:

Nota é mal escrita e traz acusações infundadas, diz Alessandra

Ex-proprietário de empresa fica em silêncio durante CPI da Saúde

Aleam propõe descongelamento de salário de servidores públicos

Veja mais notícias

Manifesto na internet quer viabilizar auxilio de R$ 500 no Amazonas

De acordo com os organizadores, as assinaturas são fundamentais para que esta proposta possa ser apresentada para a Câmara Municipal de Manaus e para a Assembleia Legislativa

25 de janeiro de 2021

Em Manaus, Pazuello pede reforço aos atendimentos na Atenção Básica

A recomendação foi feita ao prefeito David Almeida, durante reunião do Comitê de Crise – Controle de Operações Especiais (COE), na manhã desta segunda-feira (25).

25 de janeiro de 2021

Deputado quer investigação de preços abusivos na venda de oxigênio

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o aumento sem justa causa de preços constitui em prática abusiva. Tal ação é expressamente proibida, conforme art.39 do CDC.

25 de janeiro de 2021

Idosos do Doutor Thomas recebem 1ª dose da Coronavac nesta terça

Ao todo, entre idosos e profissionais de saúde que atuam na Fundação, 346 devem receber a primeira dose da Coronavac. Vacinação em drive-thru não tem data para iniciar.

25 de janeiro de 2021

TCE-AM dá 72h para Prefeitura justificar falhas na lista de vacinados

Os técnicos da Corte de Contas identificaram dezenas de nomes repetidos e centenas de CPF´s inexistente ou errados, além da falta de especificações de cargos e lotações.

25 de janeiro de 2021

Cartórios ganham na Justiça direito de permanecer abertos no AM

Decreto estadual limitou a abertura dos cartórios apenas para serviços de registro de nascimento e óbito. Juiz atendeu pedido da Anoreg e derrubou a restrição.

25 de janeiro de 2021

Por vacinação indevida, SES-AM exonera diretora do HPS da Criança da ZL

Apuração da pasta identificou que foi a servidora que incluiu, indevidamente, um servidor da Casa Civil na lista de trabalhadores de saúde que deveriam ser vacinados.

25 de janeiro de 2021

Wilson Lima manda demitir motorista que furou fila da Coronavac

O funcionário que tem cargo de assessor técnico consta na lista de vacinados. Governador disse que não compactuará com esse tipo de conduta e determinou que seja exonerado.

25 de janeiro de 2021