fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Bolsonaro teve 33 vídeos retirados do YouTube por propagar fake news

Todos os conteúdos e vídeo, em que Bolsonaro aparece discursando, foram retirados do ar em 2021 e associam notícias falsas à Covid-19.

31 de outubro de 2021

Compartilhe

Live de Bolsonaro foi ao ar no dia 21 de setembro (Reprodução)

Após associar vacinas contra a Covid-19 ao desenvolvimento do vírus da Aids, o presidente Bolsonaro (sem partido) teve mais uma live retirada do ar no YouTube. Com isso, o número de vídeos retirados da plataforma chegam a 34, sendo 33 relacionados à disseminação de informações falsas sobre a Covid-19.

Apenas uma live não foi removida por propagação de fake news. Todas as exclusões são deste ano. Não há punições a Bolsonaro, por conteúdo no YouTube, em outros períodos.

O que levou Bolsonaro a mais uma punição na plataforma foi as declarações em uma live, na quinta-feira (21), em que associou a aplicação de vacinas contra a Covid-19 ao vírus da Aids.

Dias após a declaração de Bolsonaro, o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, disse que nenhuma das vacinas contra a Covid-19 tem relação com a Aids.

A mais recente fake news espalhada por Bolsonaro acabou por gerar uma notícia-crime contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF) depois que um grupo de dez parlamentares de oposição ao governo protocolou o pedido na suprema Corte.

O relator do processo é o ministro Luís Roberto Barroso, que ficará encarregado de apresentar o caso ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que decidirá fazer ou não a denúncia.

Além disso, é necessário a autorização de dois terços dos deputados da Câmara dos Deputados para o prosseguimento da ação.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro diz torcer para STF derrubar liminar que ampara ZFM

Presidente voltou a atribuir crise econômica no Brasil à manutenção dos incentivos para as empresas da Zona Franca de Manaus.

3 de julho de 2022

PT escolhe vereadora de Itacoatiara como suplente de Omar Aziz

Cheila Moreira é vice-presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara e pessoa de confiança do deputado Sinésio Campos, presidente estadual do PT.

3 de julho de 2022

Reunião do PSol-AM acaba em briga e adia debate sobre disputa ao Governo

Partido reuniu filiados no último sábado no diretório regional, mas não conseguiu avançar na definição da disputa interna pela pré-candidatura ao Governo do AM.

3 de julho de 2022

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer

Eles também não podem fazer pronunciamento oficial em cadeia de rádio de televisão, salvo em casos de questões urgentes e relevantes autorizados pela Justiça Eleitoral.

3 de julho de 2022

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022