fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Adail debocha e considera novas eleições vencidas pelos Pinheiro

Adail Filho já considera vencidas pela família Pinheiro as eleições suplementares em Coari, mas candidaturas ao cargo podem esbarrar em problemas judiciais.

29 de abril de 2021

Compartilhe

Com a proximidade à imagem da família Adail deve apoiar o nome de seu primo e vice em 2020, Keitton Pinheiro (Foto: reprodução)

Após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmando, nesta quarta-feira (28), a cassação do seu registro de candidatura o ex-prefeito de Coari, Adail Filho (PP), usou as redes sociais para debochar da oposição e afirmar que a família Pinheiro vencerá novamente a preferência dos coarienses nas Eleições suplementares.

Em uma publicação no Instagram, Adail postou uma imagem da cantora Anitta que viralizou essa semana, na qual ela segura um jornal com uma montagem feita pela mídia do ex-prefeito com os dizeres: “se tiver eleições, opositores de Adail levarão outra peia”.

E escreveu na legenda: “Foram mais de 22 mil votos conquistados nas urnas e o nosso dever é honrar cada voto de confiança com a grandeza que Coari merece. Continuo acreditando no que se mostra na rua. A vontade do povo de Coari é soberana!”, dizia a publicação.

Publicação de Adail publicada no Instagram após a confirmação da cassação da sua candidatura pelo TSE.

Até agora dois nomes do ‘clã’ dos Pinheiros são levantados para uma possível candidatura ao cargo.

A atual prefeita interina, Dulce Menezes (MDB)  que já vinha realizando uma movimentação na tentativa de lançar seu nome para permanecer na vaga deixada pelo sobrinho, é um dos nomes.

Mais cotado

Porém, com o desgaste de sua imagem pública, com várias acusações de corrupção em curso no TCE, o mais cotado é primo de Adail e seu candidato a vice-prefeito nas Eleições 2020, Keitton Pinheiro, que possui a proximidade com o nome da família.

Entretanto, caso seja eleito pode também pode sofrer uma cassação, uma vez que está entre os investigados pela Operação Patrinus da Polícia Federal, onde ele e Adailzinho foram presos pelo desvios de R$ 100 milhões dos cofres públicos. Além disso, corre na Justiça Eleitoral, uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por abuso de poder econômico e político.

Tanto a ação de impugnação de candidatura de Adail Filho quanto a Aije movida contra o grupo familiar foram propostas pelo principal interessado na Prefeitura, o segundo colocado no pleito passado, Robson Tiradentes (PSC) que também já é considerado candidato para eleições suplementares que devem ocorrer até o início do segundo semestre de 2021.

Por Giovanna Marinho

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021