fbpx

domingo, 16 de maio de 2021

Mais de 40% dos contribuintes enviaram declaração do Imposto de Renda

Prazo começou em 1º de março e vai até as 23h59min do dia 31 de maio. Data limite foi adiada por conta das dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia.

17 de abril de 2021

Compartilhe

Fisco espera receber 32,6 mi de declarações este ano (Foto: Reprodução)

Em sete semanas de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, 13.656.522 contribuintes acertaram as contas com o Leão. Isso equivale a 41,9% do previsto para este ano.

O balanço foi divulgado no fim da tarde desta sexta-feira (16) pela Receita Federal, com dados apurados até as 16h. Em 2021, o Fisco espera receber entre até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações.

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h50min59s do dia 31 de maio. A data limite foi adiada em um mês para suavizar as dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia de Covid-19.

Na última terça-feira (13), a Câmara aprovou projeto de lei que propõe adiar novamente o prazo para 31 de julho, por causa do agravamento da pandemia. Como o texto foi aprovado no Senado, só depende de sanção presidencial para passar a valer.

O programa para computador está disponível na página da Receita Federal na internet. Quem perder o prazo de envio terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor.

A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro.

Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tinha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Restituição

Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar.

Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote). As datas não mudaram, mesmo com o adiamento do prazo de entrega da declaração.

Novidades

Entre as principais novidades nas regras deste ano está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

O prazo para as empresas, os bancos e as demais instituições financeiras e os planos de saúde fornecerem os comprovantes de rendimentos acabou em 26 de fevereiro. O contribuinte também deve juntar recibos, no caso de aluguéis, pensões e prestações de serviços, além de notas fiscais, para comprovar deduções.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Negócios

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial

Mais de 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial, que será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020.

16 de maio de 2021

Diesel S-10 tem recorde de vendas em abril, indica Petrobrás

Mesmo com as remarcações constantes nos preços dos combustíveis no início deste ano, a Petrobras anunciou o aumento de 4,4% nas vendas do diesel S-10.

15 de maio de 2021

Guedes quer estreitar laços comerciais com os Estados Unidos

Apesar do posicionamento ideológico do governo Bolsonaro estar distante do defendido pelo presidente estadunidense, Joe Biden, na área econômica Paulo Guedes vê convergências

15 de maio de 2021

Cerca de 12 milhões de pessoas ainda não enviaram declaração do IR

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h59min59s de 31 de maio. A data limite foi adiada em um mês devido a pandemia de Covid-19.

15 de maio de 2021

Estado beneficia produtores com compra de 113 toneladas de alimentos

Programa estadual atende aos produtores rurais afetados pela pandemia e pela cheia dos rios. Em dois meses, o estado adquiriu mais de R$190 mil em produtos, que são doados.

15 de maio de 2021

Governo lança edital de chamamento público para aquisição de casa de farinha

Para o Estado, a aquisição desses equipamentos é importante para atender o produtor da ponta e fomentar ainda mais a cadeia produtiva da mandioca.

14 de maio de 2021

Pix Cobrança começa a funcionar com pagamentos por meio de QR Code

Nova funcionalidade do sistema Pix permite que prestadores de serviços recebam pagamentos por meio de QR Code. A partir de julho, pagamentos poderão ser agendados.

14 de maio de 2021

AM aderiu a 6,6 mil acordos em programa de redução de salários

O volume de acordos firmados no Estado representa 0,43% do total registrado em todo o país, com crescimento de 205%. No dia 6 de maio, o Amazonas somava 2.184 adesões.

14 de maio de 2021