sexta-feira, 12 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Manobra na Conitec resulta na 3ª convocação de Queiroga à CPI

Comissão do Ministério da Saúde iria votar, nesta quinta-feira, parecer que atesta a ineficácia da cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19.
COMPARTILHE
Marcelo Queiroga

A retirada de pauta do parecer elaborado por especialistas que atesta a ineficácia da cloroquina no tratamento da Covid-19 da reunião desta quinta-feira (7) da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) indignou os senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, que decidiram aprovar requerimento do senador Alessandro Veira (Cidadania/SE) pedindo a terceira convocação do Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A retirada de pauta do parecer, na avaliação dos senadores, foi definida no Palácio do Planalto em uma reunião entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os generais Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, e o assessor de Assuntos Estratégicos e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

“Eles se reuniram ontem e determinaram ao ministro Queiroga que retirasse esse parecer que definiria um protocolo com base na ciência e não no negacionismo do presidente”, afirmou o relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB/AL).

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) também defendeu uma nova convocação do ministro Queiroga. O mesmo pedido já havia sido feito por Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Tasso criticou o fato de Queiroga ter retirado da pauta da Conitec a votação de um relatório sobre a ineficácia da cloroquina no tratamento da covid-19.

“Nós retrocedemos. O ministro da Saúde, que veio a essa CPI de uma maneira humilde dizer que respeitava a ciência e iria se concentrar na vacinação, homem bem-educado, passou por uma transformação radical. Nos últimos 15 dias, passou a prejudicar de uma maneira concreta o processo de combate à Covid”, disse Tasso, citando inclusive a proibição que o Ministério fez em relação à vacinação de adolescentes.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Atrapalhou, criou confusão e insegurança. Em seguida fez aquele ‘papelão’ na ONU. Agora, tivemos essa notícia: na ânsia de agradar ao presidente da República, retira da Conitec o processo que claramente condena o uso inadequado da cloroquina. Que o ministro venha a se colocar diante da CPI”, sacramentou o senador.

O senador Eduardo Braga (MDB) também criticou a decisão de retirar de pauta o parecer dos especialistas.

“Desde o início desta CPI eu defendi que o fórum adequado para a discussão e decisão sobre o uso deste medicamento era a Conitec, o ministro Queiroga disse o mesmo, e agora quando a comissão está próximo de tomar uma decisão, ele vai lá e retira a discussão da pauta”, disse Braga.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

COMPARTILHE