terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Manaus tem o equivalente a 10 mil campos de futebol em áreas de risco

Segundo dados do MapBiomas, Manaus é a cidade do Brasil com a maior expansão das áreas urbanizadas em assentamentos precários, entre 1985 e 2021, com cerca de 770 hectares.
COMPARTILHE
áreas de risco
Em Manaus, mais de 55 mil pessoas vivem em áreas de risco (Foto: Reprodução)

Manaus é a cidade do Brasil com maior expansão das áreas urbanizadas em assentamentos precários (baixa qualidade de vida, poder aquisitivo e infraestrutura precária), entre 1985 e 2021. Nesse período, foram uma área equivalente a dez mil campos de futebol foi ocupada.

Os números são do MapBiomas, iniciativa multi-institucional, que envolve universidades, ONGs e empresas de tecnologia, focada em monitorar as transformações na cobertura e no uso da terra no Brasil.

Devido ao deslizamento de terra no Bairro Jorge Teixeira, o MapBiomas reuniu dados da evolução de áreas urbanizadas em Manaus.

Especificamente na Rua Pingo D’agua, no Bairro Jorge Teixeira em Manaus, onde ocorreu a morte de oito pessoas devido a um deslizamento de terra, não havia registro de área de risco cadastrada pelo IBGE. Porém, é importante ressaltar que essa região está situada em um assentamento precário já conhecido e delimitado pelo órgão.

Segundo dados do MapBiomas, a partir da análise de informações do IBGE, em 1985 a área de risco com ocupação urbana no Amazonas era de aproximadamente 523 hectares. Em 2021, 50 dos 62 municípios do Amazonas possuem alguma ocupação em áreas de risco que somadas totalizam, aproximadamente, 1841 hectares, ou seja, um aumento de 1319 hectares no período.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Desta área de risco ocupada, de 1985 a 2021, Manaus, sozinha, teve um aumento de 478 hectares em áreas de risco totalizando atualmente 770 hectares, ou seja, mais de 36% de toda a ocupação de área de risco no estado.

Ainda que a maior área de risco ocupada esteja em Manaus, proporcionalmente, outros municípios do estado aumentaram este tipo de ocupação urbana em uma taxa muito maior do que a capital.

Enquanto Manaus aumentou em 2,6 vezes, Silves, por exemplo, aumentou 56 vezes a ocupação em área de risco no mesmo período de tempo.

Em seguida, na lista das cidades que mais vezes aumentaram ocupação em área de risco estão Jutaí, Tonantins, Beruri, Presidente Figueiredo, Anamã, Tabatinga, Envira, Rio Preto da Eva e Iranduba.

O estudo completo poder ser acessado aqui: Estudo Completo MapBiomas

Da Redação

Leia Mais:

COMPARTILHE